Especial raças: tudo sobre o Pug

especial de raças Pug

De pequeno porte, o Pug é um cão brincalhão, obediente e muito apegado aos tutores. Enrugadinho, seu rosto precisa de limpeza e cuidados especiais para evitar a dermatite. Se dá muito bem em apartamentos e ambientes internos, porém, precisa de exercícios físicos diários leves. Afinal, mesmo possuindo tendência a obesidade, sua respiração merece cuidado devido à sua braquicefalia (rosto achatado).

Origem/história

Um grande e amável amigo, o Pug foi a companhia predileta de imperadores chineses em 700 A.C, da realeza holandesa do século XVI, da coroa britânica no século XVII e até da esposa de Napoleão, a imperatriz Josephine Bonaparte. Presa, ela tinha no seu Pug Fortune a única visita – que também era usado como mensageiro, levando bilhetes escondidos para a família.
O Pug ocupa a 57ª posição no ranking de inteligência canina.

Porte

Altura: 25 a 30 cm;
Peso: 6 a 8 kg.

Cor

  • Prata;
  • preto;
  • fulvo.

Pelagem

Os Pugs soltam muito pêlo durante todo o ano, portanto, recomenda-se a escovação diária. As rugas no rosto e em outras partes do corpo podem provocar problemas como fungos, dermatites e assaduras, devendo ser limpas com freqüência, de preferência com soro fisiológico. Logo após, é fundamental a secagem bem feita.
Os olhos, esbugalhados, também requerem cuidado: limpeza regular com soro fisiológico previne contra infecções e sujeira.
Os Pugs têm baixa tolerância ao calor – nesses períodos, os banhos podem ser intensificados, com atenção para a secagem. Passeios devem ser realizados nos horários mais frescos do dia, nunca no sol forte.

Principais doenças

  • Úlceras de córnea;
  • síndrome braquicefálica;
  • entrópio;
  • luxação patelar;
  • dermatites;
  • mastocitoma;
  • problemas cardiorrespiratórios;
  • hipertermia: comum em raças braquicefálicas;
  • obesidade.

Expectativa de vida

12 a 15 anos

Comportamento

Quanto mais jovem ele for treinado, mais obediente o Pug será. Muito apegado aos donos, chega a desenvolver ansiedade de separação quando fica sem o companheiro. Silencioso, o Pug se dá bem com crianças, idosos e estranhos, é bastante brincalhão e adora colo.

Alimentação

Pugs têm tendência a obesidade, por isso as refeições devem ser controladas em quantidade e frequência. As porções diárias devem ser administradas para manutenção do peso. Consulte um veterinário nutricionista para planejar a dieta ideal do seu Pug.

Passeios

Pugs gostam de jogos interativos e qualquer entretenimento que estimule a mente – como esconder objetos e fazê-los procurar, por exemplo. Eles se cansam facilmente, por isso, os passeios externos podem ser moderados. Porém, ainda são importantes para manutenção do peso.

Espaço ideal

Pugs se dão muito bem em apartamentos e ambientes internos de casas. São muito apegados à família, portanto, é prudente organizar o ambiente de forma a compartilhá-lo com o cãozinho. Detestam ficar sozinhos por muito tempo.

Meu dono ideal

  • Me dá atenção!
  • brinca comigo;
  • sabe que a casa é sua e minha também;
  • dá atenção às minhas rugas, respiração e peso.

Gostou do texto? Visite Saúde do Animal e saiba como manter a saúde do seu melhor amigo. Nossos veterinários e especialistas têm muito para contribuir. Acesse, também, nosso Facebook, Instagram e Twitter para ficar por dentro de tudo sobre o universo pet.

Medicina Veterinária

Médica veterinária, especialista em clínica de pequenos animais, oncologia e nutrição veterinária.

Deixar Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *