Especial raças: tudo sobre o Pastor Alemão

Dois cachorros pastor alemão felizes sentado na grama

Origem/história

Essa querida e popular raça foi criada no século XIX por um oficial da cavalaria aposentado chamado Max von Stephantiz. Desenvolvido a partir da mistura de outros pastores europeus, como o inglês e o escocês, foi aprimorado ao longo do século, culminando inclusive na inauguração de uma organização voltada para a criação da raça, Verein fur Deutsche Scharferhunde SV.

Passou da atividade de pastoreio de campo para funções de guarda e salvação, servindo na Primeira Guerra Mundial como mensageiro da Cruz Vermelha. Levado aos EUA, teve desenvolvida na América suas características como cão de exposição. É considerada a terceira raça mais inteligente entre os cães. O peso de sua mordida só perde para a do Rottweiler.

Porte

  • Altura: 55 a 65 cm.
  • Peso: 22 a 40 kg.

Cor

  • Preto com marcas marrons;
  • avermelhadas;
  • amareladas;
  • ou até cinza claras.

Higiene

O Pastor Alemão solta muito pelo, sendo recomendada sua escovação semanal. Ele muda de pelo com frequência e, nesses períodos, é indicado que seja escovado diariamente. Unhas precisam ser cortadas mensalmente e os ouvidos limpos toda semana.

Essa raça tem fortes mandíbulas e notável gosto por mastigar. Essa habilidade deve ser trabalhada desde a sua juventude, com brinquedos adequados para que ele exercite a mandíbula e não acabe mastigando objetos indevidos.

Principais doenças

Expectativa de vida

10 a 14 anos.

Comportamento

A fidelidade é o ponto alto entre as fortes características da personalidade marcante do Pastor Alemão. Ele aprende rápida e facilmente os ensinamentos de seu dono e a lealdade o faz obedecê-los com maestria, a fim de agradar o tutor.

Protetor, corajoso e de olfato invejável, é a raça mais usada para trabalhos como cão policial, guarda, de busca, salvamento e farejamento de drogas. É uma raça muito instintiva e deve ter sua mente bem estimulada com jogos e aprendizados diversos.

A força física e senso de proteção passam a impressão de que é uma raça agressiva, mas o Pastor Alemão é extremamente carinhoso e se dá bem com crianças e idosos. Se for criado para atacar, no entanto, pode se tornar muito violento.

Alimentação

O Pastor Alemão precisa de uma dieta rica em proteínas e calorias. Filhotes chegam a comer seis porções diárias. Na idade adulta, é recomendado que o Pastor Alemão faça duas ou três refeições. Comer toda a dose diária de uma só vez pode causar problemas como torções gástricas, síndrome que pode levar à óbito.

À medida em que ele vai envelhecendo, perdendo capacidade física e se exercitando menos, sua alimentação deve ser revista.

Passeio

O Pastor Alemão precisa de exercícios físicos e adora novos aprendizados. Se ficar muito tempo sedentário ou solitário, pode se tornar ansioso e entediado. Correr, nadar, buscar objetos e obedecer comandos fazem muito bem a essa raça.

Espaço ideal

O Pastor Alemão precisa de espaço. Locais pequenos podem torná-lo estressado e bagunceiro. Ele tem muita energia pra gastar e adora correr e se exercitar.

Meu dono ideal:

  • é meu dono e parceiro;
  • sabe que basta me ensinar, que eu aprendo (e eu preciso aprender!);
  • entende que preciso gastar essa energia toda (com espaço e exercícios físicos);
  • percebe que sou protetor, e não violento!
 

Gostou do texto? Visite Saúde do Animal e saiba como manter a saúde do seu melhor amigo. Nossos veterinários e especialistas têm muito para contribuir. Acesse, também, nosso Facebook, Instagram e Twitter para ficar por dentro de tudo sobre o universo pet.

Medicina Veterinária

Médica veterinária, especialista em clínica de pequenos animais, oncologia e nutrição veterinária.

2 Comments

  • Esse é eu e Boby

    https://youtu.be/vbev_m0YU6s

    Se inscreva e compartilhe com a família
    e amigos pra mim chegar a 1.000 inscritos

    Obrigado ??
    https://youtu.be/vbev_m0YU6s

    Cada um sabe a dor e a delícia de ser o que é.

    • Olá, Rogério. Tudo bem? Muito bonito o Boby. Obrigado pelo seu comentário. Um abraço e até a próxima.

Deixar Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *