Tricologia: como a dermatologia do cabelo pode ajudar você?

Dermatologista examinando o cabelo de uma mulher jovem com uma ferramenta chamada de dermascópio. Esse é um dos exames da tricologia, a dermatologia do cabelo.

A queda de cabelos é um dos motivos mais frequentes de visitas ao dermatologista. Porém, diga-me: você por acaso sabia que existem profissionais especializados nessa área?

A tricologia é o ramo da dermatologia que estuda as doenças do cabelo e couro cabeludo.

Além da queda de cabelo excessiva, muitos outros problemas podem levar o paciente a precisar de um dermatologista com especialização em tricologia: caspas, fungos, infecções são alguns exemplos.

Para entender um pouco mais sobre a ciência do cabelo e como o médico tricologista pode ajudar você, continue conosco.

Como é uma consulta de tricologia

Anamnese

A consulta de tricologia começa com uma boa conversa. É importante entender quando o problema começou e quais os sinais e sintomas apresentados. O histórico familiar nos dá pistas sobre fatores genéticos relacionados à calvície e sobre condições relacionadas à saúde dos cabelos.

Na história pregressa, é importante identificar doenças, parto, cirurgias, mudanças na dieta e outras causas possíveis de estresse físico ou emocional. Os medicamentos em uso, principalmente se introduzidos na época do início dos problemas, são outra pista importante para o diagnóstico.

Tricoscopia

Durante a consulta de tricologia, o exame do couro cabeludo e dos fios é feito usando um microscópio especial chamado dermatoscópio. Com ele, é possível estudar detalhes como descamações, áreas avermelhadas, vasos e as alterações no fio de cabelo.

Tricograma

O tricograma analisa a quantidade de fios de cabelo em cada fase do ciclo capilar. Além disso, analisa características dos fios como diâmetro, camadas e suas condições gerais de saúde.

Biópsia do couro cabeludo

Em alguns casos, é necessário realizar uma biópsia da área afetada do couro cabeludo. A amostra de tecido é enviada para o laboratório de patologia para análise.

Exames complementares

Alguns exames de sangue são importantes na avaliação de problemas dos cabelos e do couro cabeludo. Alguns deles são:

  • hemograma;
  • glicemia;
  • vitamina D3;
  • zinco;
  • FAN;
  • selênio;
  • vitamina B12;
  • DHT;
  • ferritina sérica;
  • função tireoidiana;
  • testosterona livre;
  • VDLR.

Tricologia: diagnóstico de problemas com os cabelos

Existem milhares de condições que podem afetar a saúde do couro cabeludo e dos cabelos, sejam elas genéticas ou causadas por fatores externos. Um exemplo bem atual é a Covid 19, que frequentemente leva à queda de cabelo durante a sua fase de recuperação.

Alguns outros problemas que frequentemente levam o paciente a uma consulta de tricologia são:

  • queda de cabelos;
  • alterações nos fios de cabelo (afinamento, fios quebradiços, pontas duplas etc);
  • oleosidade excessiva;
  • infecções e inflamações no couro cabeludo;
  • alergias;
  • caspas (dermatite seborreica).

Queda de cabelos

A queda de cabelos é um problema frequente e pode levar muitas pessoas ao desespero! A avaliação por um dermatologista especializado em tricologia e alguns exames complementares determina o tipo e a causa da queda de cabelos para que o tratamento possa ser instituído.

As causas mais comuns de queda de cabelo são:

  • Alopécia androgenética: também conhecida como calvície, é o tipo mais comum de queda de cabelos em homens e mulheres, associada a fatores genéticos.

    Nos homens, começa acima das têmporas e evolui até formar um “M” característico. Com a evolução, pode acometer a região do topo da cabeça e levar à calvície parcial ou completa.

    Nas mulheres, causa um afinamento dos cabelos na região central do couro cabeludo, na linha média, poupando a região frontal e a posterior.

  • Eflúvio telógeno: forma de perda de cabelos momentânea que ocorre após uma fase de estresse físico ou emocional. A quantidade de fios que cai é grande e pode assustar. Porém, a boa notícia é que a queda é temporária e, resolvida a causa, os fios voltam a nascer e crescer normalmente.

    O eflúvio pode ser desencadeado por uma doença sistêmica, cirurgia, problema nutricional ou alterações hormonais. Algumas medicações também podem causar o problema, como: heparina, interferon alfa, isotretinoína, lítio, ramipril, terbinafina, ácido valproico e varfarina.

  • Alopecia areata: causa menos frequente de queda de cabelo, de causa desconhecida.

    Na alopecia areata, surgem áreas arredondadas sem fios, que podem coalescer. A doença tende a regredir espontaneamente, porém, alguns casos podem evoluir para a queda de todos os cabelos.

  • Alopecia de tração: causada por procedimentos como permanente, tintura, relaxamento e tranças. Outra causa é a tricotilomania, em que o paciente arranca compulsivamente os fios de seu cabelo.

  • Lúpus discoide: doença autoimune em que surgem lesões arredondadas na pele e couro cabeludo, especialmente após a exposição solar.

  • Líquen plano: caracterizado por placas avermelhadas e pruriginosas na pele e couro cabeludo.

    Sua causa é desconhecida, mas está associada ao uso de alguns medicamentos como: betabloqueadores, anti-inflamatórios, inibidores da enzima conversora de angiotensina, sulfonilureias, antimaláricos entre outros.

  • Foliculite decalvante: causada pela infecção dos folículos capilares pela bactéria Staphylococcus aureus, levando à perda do cabelo nas regiões cicatrizadas. É mais frequente em homens jovens.

Tricologia: tratamentos disponíveis para as doenças dos cabelos

Depois de fechado o diagnóstico e determinada a causa, o especialista em tricologia tem várias opções de tratamentos para resolver os problemas dos cabelos e do couro cabeludo:

O mais importante nas doenças que afetam os cabelos é fazer um diagnóstico precoce e correto, para que o tratamento seja instituído antes que alterações definitivas e irreversíveis ocorram.

Por isso, se notar qualquer alteração na saúde dos seus cabelos e couro cabeludo, procure rapidamente um dermatologista com especialidade em tricologia. Cuide-se!

 

Gostou do texto? Mantenha-se sempre atualizado sobre as melhores escolhas para a sua vida com o nosso Blog e redes sociais (Facebook, Instagram e Twitter)! Estamos te esperando.

Dermatologia

Médico, especialista em dermatologia. Especialista em tratamentos dermatológicos cosmiátricos e em laser.

Deixar Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *