Psicóloga atendendo paciente homem

Este mês é celebrado o ‘Setembro Amarelo’, período que marca a luta contra o suicídio. Dados da Organização Pan-Americana da Saúde  e da Organização Mundial da Saúde (OPAS/OMS) alertam que o suicídio é responsável por uma morte a cada 40 segundos no mundo e é a segunda principal causa de morte entre as pessoas de 15 a 29 anos de idade. O Brasil, infelizmente, ocupa o sexto lugar neste triste ranking. No dia 10 é celebrado o Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio.

Em Belo Horizonte, acontecem várias atividades (veja abaixo) direcionadas à população e profissionais da saúde. Fechando as atividades, no dia 30 de setembro, de 9h às 12, no Parque Municipal Américo Renné Giannetti, será realizada uma caminhada. O evento é promovido pela Associação Mineira de Psiquiatria (AMP), com o apoio de voluntários do Centro de Valorização à Vida (CVV) e com a participação da Banda Militar do Exército.

Para o presidente da AMP e da Associação Brasileira de Estudos e Prevenção do Suicídio (Abeps), Humberto Corrêa, o suicídio é um fenômeno complexo e não há respostas simples e reducionistas para explicá-lo. “Quase 100% dos casos estão associados a um adoecimento mental, sendo a depressão a doença mais frequentemente observada. Estudos nos mostram que a prevalência do comportamento suicida na população brasileira ao longo da vida vem mostrando que, 17% das pessoas no Brasil pensaram, em algum momento, em tirar a própria vida”, frisa Corrêa.

De acordo com o presidente, aspectos sócio demográficos podem ser levados em conta. O sexo masculino está associado a maior risco de suicídio. Em praticamente todo o mundo, exceto na China, homens suicidam cerca de três vezes mais do que as mulheres. Entretanto, elas tentam de três a quatro vezes mais do que eles. Em termos de faixa etária, os idosos, acima de 65 anos, formam o principal grupo de risco para suicídio.

Informação para prevenir

Segundo a Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP) por meio da informação é possível ajudar e prevenir. Com esse mote, a entidade lançou a cartilha ‘Suicídio: informando para prevenir’. Confira!   

“O reconhecimento dos fatores de risco e dos fatores protetores é fundamental e pode ajudar. Se você acha que está tendo problemas relacionados à sua saúde mental ou conhece alguém que está passando por alguma dificuldade, procure um psiquiatra”, orienta a ABP.

O Convite à Saúde quer fazer deste alerta uma oportunidade para que as pessoas encontrem ajuda e um novo sentido para suas vidas. Mudanças de hábitos e boas escolhas podem promover uma vida mais feliz e saudável. Nos acompanhe e aceite o nosso Convite ao bem-estar! Conheça os 10 pilares da saúde.  

 

PROGRAMAÇÃO SETEMBRO AMARELO

 13 a 27/09 – Mostra de cinema com sessões comentadas sobre suicídio

Local: Palácio da Artes. Avenida Afonso Pena, 1.537. Centro. BH/MG

Informações

Aberto ao público. Inscrições limitadas

 

28/09 Palestra O Estigma e a prevenção do comportamento suicida, com Humberto Corrêa, presidente da Associação Mineira de Psiquiatria

Local: Cinema Epcar, Rua Santos Dumont, 149. São José. Barbacena/MG

Horário: 11h

Informações. Aberto ao público. Inscrições limitadas.

 

30/09 – Caminha de Prevenção ao Suicídio

Local: Parque Municipal Américo Renné Giannetti

Horário: 9h às 12h. Informações.

 

Fontes: Associação Médica de Minas Gerais (AMMG) e Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP)