Bebe recém-nascido dormindo

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

As primeiras 24 horas após o parto são ricas em emoções para a mamãe e o bebê. Para conhecer o estado de saúde do recém-nascido, além de um exame físico, os médicos realizam uma série de testes e procedimentos.

Para conhecer todos eles, continue conosco.

O teste de Apgar

Após o nascimento, o pediatra precisa avaliar os seguintes aspectos do bebê:

  • frequência cardíaca;
  • respiração;
  • tônus muscular;
  • cor;
  • resposta aos estímulos.

Cada parâmetro é marcado de 0 a 2, com a pontuação máxima de 10. Repete-se após cinco minutos de vida. Uma pontuação de 7 ou mais indica que seu bebê está estável e bem.

Extração de sangue

Quando a mãe possui o fator Rh negativo no sangue, uma amostra deste é extraída do cordão para determinar o tipo sanguíneo e o fator Rh do bebê. As mães rH negativo, cujo filho é fator rH positivo, precisam tomar uma imunoglobulina para evitar complicações em uma eventual próxima gravidez.

Peso, tamanho e circunferência da cabeça.

O recém-nascido é pesado e sua altura e perímetro craniano, torácico e abdominal são medidos. O pediatra usará estas medidas para avaliar o desenvolvimento da criança ao longo dos anos. Geralmente, recém-nascidos pesam entre 2.500 e 4 kg, medem entre 48 cm e 52 cm, e possuem 35 cm de perímetro craniano.

Administração de vitamina K

Nas duas primeiras horas de vida, uma dose intramuscular de vitamina K é injetada para prevenir a doença hemorrágica do recém-nascido.

Profilaxia ocular

Uma gota de colírio antibiótico é colocada em cada olho para prevenir conjuntivite, causada por bactérias presentes no canal de parto.

Vacina contra a hepatite B e BCG

Todos os recém-nascidos, após 24 horas, devem receber a primeira dose das vacinas contra Hepatite B e Tuberculose (BCG).

Se a mãe for portadora de Hepatite B, a criança receberá uma dose de anticorpos específica contra este tipo de hepatite. Não precisam ser aplicadas no hospital, mas se estiverem disponíveis, não há contra-indicação em recebê-las na maternidade.

A BCG, contudo, deve ser realizada apenas em recém-nascidos com mais de 2Kg.

Testes metabólicos (teste do pezinho)

Não é feito no hospital a não ser que o recém-nascido fique internado. Entre o terceiro e quinto dia de vida, uma série de testes são realizados para detectar doenças genéticas graves ou adquiridas durante a gestação (congênitas). São doenças que não são detectadas imediatamente porque não apresentam sinais ao nascimento.

Quando este teste está alterado, a criança passa por outros exames confirmatórios da doença. Diagnosticadas precocemente, o tratamento pode ser iniciado para que a doença não produza alterações neurológicas ou afete seu desenvolvimento.

Para o exame, é necessário obter algumas gotas de sangue do calcanhar do bebê. A amostra é enviada para um laboratório, onde é possível a detecção de doenças como: Fenilcetonúria (PKU), Hipotireoidismo Congênito (TSH e T4), Hemoglobinopatias (Hb), Deficiência de Biotinidase, Fibrose Cística (IRT), Hiperplasia Adrenal Congênita (17OH), Teste Ampliado (inclui teste básico), Toxoplasmose Congênita, Aminoacidopatias (análise qualitativa), Deficiência de G6PD, Galactosemia.

SCID

Não faz parte do teste do pezinho. É uma triagem que ajuda no diagnóstico de imunodeficiências combinadas graves. As imunodeficiências primárias são distúrbios geneticamente herdados, que envolvem o sistema imune e suas respostas, predispondo os indivíduos afetados a infecções recorrentes e graves, desregulação do sistema imune com doenças autoimunes e malignidade.

Ainda não é oferecido pelo Sistema Único de Saúde (SUS) e pela saúde complementar no Brasil, podendo ser encontrado na rede particular.

Teste de triagem (1º Dia) – sequencia e analisa 253 genes para a identificação precoce de mais de 150 doenças raras tratáveis da primeira infância. Muitas não podem ser detectadas pelos métodos tradicionais de triagem neonatal. Portanto, é um teste que pode complementar o teste do pezinho (mas não o substitui).

O teste pode ser realizado com uma simples amostra de DNA do recém-nascido em seu primeiro dia de vida, utilizando a coleta com swab bucal, técnica não invasiva. Não faz parte da triagem de rotina (não é oferecido pelo SUS e nem pela saúde complementar, podendo ser encontrado somente em alguns laboratórios e realizado mediante pagamento).

Teste de emissões otoacústicas (teste da orelhinha)

Entre 12 e 48 horas de vida (podendo ser realizada ao longo do primeiro mês, no entanto), a capacidade auditiva do bebê é avaliada. É um teste simples que não causa desconforto ao recém-nascido. Normalmente é feito quando a criança está calma ou dormindo.

Teste do reflexo vermelho (teste do olhinho)

Recomendado pela Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP), o teste do olhinho é um exame rápido que consiste em projetar um feixe de luz dentro dos olhos do bebê para observar seu reflexo através da pupila.

Para explicar de forma simples, pode-se dizer que esse teste é comparado ao ato de tirar uma foto com flash e analisar se as pessoas que estão nela apareceram com os olhos vermelhos.

Caso haja qualquer obstáculo ao feixe luminoso, as chances de ocorrência de uma doença ocular como catarata, tumor ou descolamento de retina são maiores.

Por fim, esse teste costuma ser realizado logo após o nascimento.

Teste do coraçãozinho

É realizado após 24 horas de vida e antes da alta da maternidade. Ele faz o diagnóstico de cardiopatias congênitas críticas e consiste em medir a saturação os membros superior direito e inferior do bebê e analisar os dados. É alterado quando a saturação está abaixo de 95% ou há uma diferença superior ou igual a 3% entre os membros.

Nestes casos, um ecocardiograma deve ser realizado nas 24 horas seguintes.

Teste da linguinha

É um teste simples. O profissional visualiza o formato da língua do bebê quando chora. Serve para diagnosticar frênulo lingual curto (língua presa).

Com esses exames rotineiros, os pais podem ir para a casa com a tranquilidade de que seu bebê está saudável. No caso de dúvida, não hesite em procurar orientação médica.

E aí, gostou do texto? Para ler mais conteúdos como este, fique de olho em nosso Blog e siga nossos perfis nas redes sociais (Facebook e Instagram)! Estamos te esperando.