Boneco anatômico com a região do tórax e do abdomen abertas evidenciando os rins

Dra. Mariana Vasconcelos

Quando estão funcionando normalmente, os rins são responsáveis por remover as toxinas e o excesso de água e sal do organismo. Suas outras funções consistem em regular a pressão arterial e o equilíbrio ácido-básico do corpo, produzir hormônios etc.

Normalmente, os problemas renais causam poucos sinais e sintomas nas fases iniciais. A maioria dos pacientes descobre que está doente quando já perdeu grande parte da função renal.

As principais causas de doença renal no adulto são diabetes mellitus e hipertensão arterial sistêmica. Já nas crianças, as principais causas são malformações dos rins e do trato urinário, doença renal policística autossômica recessiva e as glomerulonefrites.

Para detectar precocemente as doenças renais, é preciso consultar regularmente o médico e fazer exames periódicos de sangue e urina. Além disso, preste atenção nos sinais e sintomas de alterações nos rins.

Sinais e sintomas de problemas nos rins

Hematúria (sangue na urina)

A hematúria é o termo médico para sangue na urina. Apesar de assustadora, a maioria dos casos não é ameaçadora.

Existem dois tipos de hematúria: macro ou microscópica. A hematúria macroscópica pode ser vista a olho nu, ou seja, a urina fica avermelhada, rosada ou amarronzada. Já a hematúria microscópica só pode ser detectada por meio de um exame de urina.

A hematúria, por fim, pode ter origem nos rins ou em qualquer lugar do trato urinário. Suas principais causas são:

  • câncer de bexiga, próstata ou rins;
  • glomerulonefrites (nefrites);
  • infecção urinária;
  • cálculo renal (pedra nos rins);
  • excesso de cálcio na urina;
  • exercício intenso;
  • trauma.

Urina espumosa

A presença de espuma na urina, de quantidade moderada a grande, é um indicativo de perda renal de proteínas, também chamada de proteinúria.

A presença LEVE de proteinúria normalmente não causa sinais ou sintomas. No entanto, pacientes com perda de grande quantidade de proteína na urina podem apresentar inchaço no rosto, abdômen e pernas.

As principais causas de proteinúria são:

  • glomerulonefrites;
  • diabetes mellitus;
  • hipertensão arterial;
  • eclampsia;
  • mieloma múltiplo.

Edema (inchaço)

Pacientes com problemas nos rins podem apresentar inchaço localizado nas pernas, olhos, abdome ou generalizado.

Quando a função dos rins está muito reduzida, ele passa a ter dificuldade de filtrar o excesso de sal e água do organismo e, como consequência, surge o edema.

Outra causa para o edema é a perda de proteína maciça pela urina. As proteínas são responsáveis por manter a água dentro dos vasos sanguíneos. Quando sua quantidade está reduzida no sangue, a água extravasa dos vasos para os tecidos do corpo.

Hipertensão arterial (pressão alta)

A hipertensão arterial é uma das principais causas de doença renal em adultos. Porém, várias outras doenças dos rins também podem cursar com o aumento da pressão por diversos mecanismos.

A perda de função dos rins pode cursar hipertensão arterial devido à retenção excessiva de sódio e água, ou pela liberação de um hormônio produzido no rim, chamado renina.

São outras doença nos rins que também podem provocar hipertensão arterial: doença renal policística, estenose de artéria renal, glomerulonefrites etc.

Anemia

Os rins são responsáveis pela produção da eritropoetina, um hormônio muito importante para a produção das hemácias (células vermelhas do sangue). Então, quando sua função é reduzida, o resultado é a anemia.

Além disso, pacientes com doença renal crônica têm dificuldades para absorção do ferro proveniente da dieta e podem, também, apresentar sangramentos no trato gastrointestinal ou perda de sangue em sessões de hemodiálise.

Outras doenças sistêmicas como o lúpus eritematoso sistêmico e a síndrome hemolítica urêmica, por exemplo, também podem cursar com anemia e problemas nos rins.

Fraqueza/Cansaço

A principal causa de fraqueza em pacientes com problemas renais é a anemia, já que os glóbulos vermelhos são responsáveis pelo transporte de oxigênio para todo o organismo.

No entanto, quando a perda de função dos rins é de moderada a grave, a fraqueza também pode ocorrer devido ao acúmulo de toxinas no organismo e aumento da acidez do sangue.

Perda do apetite, náuseas e vômitos

O acúmulo de toxinas no sangue, principalmente da ureia, assim como o aumento da quantidade de ácidos no sangue, são responsáveis pela diminuição do apetite, náuseas e vômitos de pacientes com problemas nos rins.

Portanto, o acompanhamento com um nutricionista é essencial para contornar as possíveis deficiências alimentares e o acúmulo de toxinas.

Dor nas costas ou nos rins

Os rins estão localizados na região posterior do abdome, por isso, algumas doenças relacionadas a eles podem cursar dores nessa região. Dentre elas, as principais são o cálculo renal (pedra nos rins) e a infecção urinária alta (pielonefrite).

Anúria (ausência de urina)

As causas de anúria em pacientes com problemas nos rins pode ser tanto por obstrução do trato urinário, quanto pelo acometimento grave da função dos rins. Pacientes com síndrome nefrótica, por exemplo, podem ficar com o xixi bastante reduzido.

Atenção: é importante ressaltar que a ausência de urina em pacientes que têm problemas nos rins geralmente ocorre nos estágios mais avançados da doença renal.

Como prevenir a doença renal

Em primeiro lugar, a prevenção da doença renal depende do seu diagnóstico precoce, já que seus primeiros sinais e sintomas são muito sutis. Portanto, é essencial manter as consultas de rotina com o médico em dia.

Abaixo, seguem algumas orientações importantes para prevenir a progressão da doença renal:

  • mantenha hábitos alimentares saudáveis;
  • pratique atividade física regularmente;
  • beba bastante água;
  • não fume;
  • se for diabético, ou tiver história familiar dessa doença, controle sua glicemia;
  • controle o peso;
  • controle da pressão arterial;
  • não tome remédios sem orientação médica.

Gostou do texto? Mantenha-se sempre atualizado sobre as melhores escolhas para a sua vida com o nosso Blog e redes sociais (Facebook, Instagram e Twitter)! Estamos te esperando.