Mulher passando por sessão de preenchimento temporal

Dr. Fábio Gontijo

A idade é um fato inevitável e, portanto, assustador para muitas pessoas. Porém, os procedimentos estéticos estão nos ajudando, cada dia mais, a “retardarmos” nosso processo de envelhecimento.

Hoje, meu foco será em uma técnica de rejuvenescimento muito comum e pouco invasiva: o preenchimento temporal. Para saber quais são seus objetivos, e como esse procedimento funciona, basta renovar o café, sentar-se confortavelmente e continuar comigo.

O que é o preenchimento temporal?

É um procedimento que consiste em preencher as têmporas que, região que perde um pouco de volume e gordura com o passar dos anos.

A título de curiosidade, as têmporas se localizam nas laterais da cabeça, próximas aos olhos e acima dos ossos da bochecha (malares). Na medida em que envelhecemos, essa região pode se tornar mais “funda” devido a uma série de fatores. São alguns deles:

  • perda de gordura e volume;
  • reabsorção do osso temporal;
  • hipotrofia dos músculos dessa região.

Todos estes exemplos acima costumam provocar o mesmo resultado: a esqueletização facial. Em outras palavras, nossa face, com o passar dos anos, torna-se cada vez mais parecida com aquilo que está por baixo dela, que é o esqueleto. E bem… não é de se espantar que uma pessoa queira parecer com tudo, menos uma caveira, não é mesmo?

Então, como é possível evitar que isso aconteça?

Com relação às têmporas, basta preencher esse espaço “afundado” com substâncias já muito conhecidas aqui no site, que são o ácido hialurônico e o ácido polilático.

O procedimento

O procedimento, em si, dura cerca de 20 minutos e utiliza anestésicos tópicos para que o paciente não sinta desconforto. Nele, uma cânula (material muito parecido com uma agulha, só que sem ponta cortante) é introduzida na região temporal por meio de um pequeno orifício.

O ácido hialurônico é, então, injetado no local que o paciente precisa preencher e o resultado, acredite, é imediato e muito natural. E o melhor? Não é preciso repouso absoluto, e nem pontos cirúrgicos. O paciente pode seguir com suas tarefas do dia tranquilamente.

Será que um preenchimento temporal é exatamente o que você precisa?

Bem, eu tenho certeza de que você já imagina qual seja minha resposta. O preenchimento temporal, assim como qualquer outro procedimento que altere a estrutura e aparência do desenho da sua face, precisa ser ponderado e analisado por um médico.

Então, para saber se essa técnica é ideal para devolver ao seu rosto aquele aspecto jovial, o caminho é somente um: marcar uma consulta com seu dermatologista. Combinado?

Um abraço e até a próxima.

Gostou do texto? Mantenha-se sempre atualizado sobre as melhores escolhas para a sua vida com o nosso Blog e redes sociais (Facebook, Instagram e Twitter)! Estamos te esperando.