Mulher fazendo preenchimento mandibular

Dr. Fábio Gontijo

As linhas da mandíbula, quando bem definidas, são consideradas símbolos marcantes de juventude e beleza. Porém, nem todo mundo consegue mantê-las tão demarcadas e harmônicas, seja pela gravidade, peso ou até mesmo a genética. A boa notícia é: por meio de procedimentos como o preenchimento mandibular, por exemplo, isso se torna possível!

E aí, quer entender como ele funciona?

O que é o preenchimento mandibular?

É um procedimento bastante popular e pouco invasivo, dedicado a pacientes que desejam definir o contorno da mandíbula sem recorrer à cirurgia.

Além disso, ele é capaz de promover maior harmonização facial e alargar o terço inferior da face (especialmente em homens).

E como é feito o preenchimento do contorno da mandíbula?

O procedimento costuma durar em torno de meia hora e é praticamente indolor (inclui aplicação de anestesia local).

Com o uso de uma agulha fina, o paciente receberá algumas injeções de ácido hialurônico na linha da mandíbula. O objetivo é definir a área do queixo criando novos ângulos e, consequentemente, melhorar o formato do rosto.

Preenchimento mandibular: antes e depois

Tudo começa com uma avaliação profissional. Nela, médico e paciente vão decidir, juntos, qual é o melhor caminho a ser seguido para uma harmonização facial de sucesso. Em alguns casos, outras técnicas podem ser associadas ao preenchimento para obter melhores resultados. É o caso dos fios de sustentação e do ultrassom micro e macrofocado, que trata a flacidez associada.

O preenchimento mandibular com ácido hialurônico dura em média 24 meses. Contudo, isso pode variar de pessoa para pessoa. A boa notícia é: se os resultados não forem satisfatórios, o procedimento pode ser inteiramente revertido.

Gostou do texto? Mantenha-se sempre atualizado sobre as melhores escolhas para a sua vida com o nosso Blog e redes sociais (Facebook, Instagram e Twitter)! Estamos te esperando.