Menina com autismo brincando com brinquedos em cima de uma mesa

Dra. Luciana Rocha

Você já reparou que o autismo é frequentemente definido/descrito por meio de déficits? Afinal, a desconfiança em torno desse transtorno começa quando a criança “demora mais tempo que as outras” para se comunicar, ou se expressar.

Notar os pontos negativos não só do TEA, mas de qualquer outro transtorno, é relativamente normal e faz parte do processo. Isso acontece porque o sentimento de medo e frustração costuma ser mais presente do que o de conquista e aceitação.

Porém, de uma coisa você pode ter certeza: pensar no autismo de forma leve e favorável é o primeiro passo para entendê-lo como um transtorno que sim, pode ter lados negativos, porém positivos também. Aliás, é deles que vamos falar hoje. Preparados?

1. Maior atenção aos detalhes

Prestar maior atenção aos detalhes pode ser uma via de mão dupla. Afinal, pessoas que se concentram em minuciosidades podem perder a visão geral da situação. Porém, os benefícios de se atentar aos pormenores são enormes.

Para se ter ideia, muitas empresas procuram contratar pessoas com TEA justamente porque sabem que elas podem encontrar erros e soluções mais rapidamente, além de cometerem pouquíssimos erros.

Essa habilidade também permite que o paciente neurotípico aprenda mais rápido e avance em áreas de seu interesse com mais eficiência que as outras pessoas. Isso é muito importante, inclusive, para que eles possam aprender a identificar os sinais básicos de linguagem corporal para se comunicarem e se expressarem normalmente.

2. Excelente memória a longo prazo

Embora algumas pessoas com Transtorno do Espectro Autista tenham dificuldades para se recordarem de algo que aconteceu há poucos minutos, o mesmo não acontece para os eventos a longo prazo. Em outras palavras, elas são capazes de se lembrar de coisas que ocorreram anos atrás e de forma detalhada!

Além disso, a maioria das pessoas com autismo tem uma capacidade impressionante de aprendizado mecânico, ainda mais quando o assunto é do interesse delas. É quase como se elas fossem pequenas enciclopédias ambulantes!

3. Habilidades matemáticas impressionantes

É muito comum que pessoas com TEA se destaquem em tarefas e disciplinas que envolvam matemática. Isso acontece porque a maioria dos problemas relacionados a essa área são resolvidos por meio de padrões e organizações lógicas que, para eles, estão completamente em uma zona de conforto!

4. Comunicação clara, objetiva e sincera

Em praticamente 100% dos casos, as pessoas com TEA costumam dizer aquilo que sentem e pensam de forma clara e direta, sem rodeios. Embora isso possa parecer “rude”, dependendo das circunstâncias, é importante entender que essa não foi a intenção delas.

Essa característica, inclusive, é extremamente benéfica aos pais na maioria das vezes. Afinal, a criança autista raramente esconderá alguma coisa deles e de outras pessoas também.

5. Percepção das coisas como elas realmente são

Por terem uma percepção bastante literal do mundo, as crianças neurotípicas tendem a enxergar as pessoas como elas realmente são, sem preconceitos nem julgamentos socialmente estabelecidos!

Enfim…

O autismo é um transtorno que, assim como todas as coisas da vida, pode ser visto de duas formas diferentes. No entanto, muitas pessoas tendem a reforçar apenas seus lados negativos enquanto existe UM MUNDO de possibilidades lá fora que podem fazer com que a criança com TEA seja extremamente brilhante e bem-sucedida!

No mais, para saber todos os detalhes sobre o autismo, navegue pelo nosso site e tenha todas as informações na palma das mãos!

Gostou do texto? Mantenha-se sempre atualizado sobre as melhores escolhas para a sua vida com o nosso Blog e redes sociais (Facebook, Instagram e Twitter)! Estamos te esperando.