Mulher passando por um sessão de peeling de fenol. Dermatologista está passando o produto com com duas gazes na testa da paciente.

Dr. Fábio Gontijo

Os efeitos do tempo na pele são, infelizmente, muito visíveis. Ela é nosso cartão de visitas! Uma cútis bem cuidada, hidratada e luminosa é um sinal de saúde e, acreditem, de bem-estar e felicidade.

As modificações na pele são causadas por fatores genéticos, hormonais e ambientais (sol, alimentação, tabagismo, álcool etc). Enquanto somos jovens, a renovação celular é constante, preservando o aspecto homogêneo e a textura macia.

Com o envelhecimento, esse processo se torna mais lento e ineficiente, e a pele não se renova mais com tanta facilidade. A perda de fibras elásticas e de colágeno resulta em flacidez, manchas, rugas e pequenos vasos aparentes.

E como estimular a renovação da pele? Uma excelente opção é o peeling de fenol. Também chamado de resurfacing químico, ele consiste na aplicação de um agente que estimula uma esfoliação controlada da epiderme e, consequentemente, a sua renovação.

Descubra com o texto de hoje quais os cuidados antes e depois de um peeling químico profundo e se este procedimento é realmente a melhor opção para o seu caso.

Tipos de peeling químico

Existem três tipos de peelings químicos:

  • peeling superficial: esfoliação suave usando ácidos como o alfa-hidroxiácido.
  • Peeling médio: trata as camadas superficial e média da pele, utilizando ácidos como o tricloroacético e o glicólico.
  • Peeling profundo: utiliza o fenol ou o ácido tricloroacético, que penetram profundamente na derme.

Para saber mais sobre os tipos de peeling químico e seus resultados, leia:

PEELING QUÍMICO: O QUE É E COMO FUNCIONA?

Indicações do peeling de fenol

O peeling de fenol, por agir em todas as camadas da pele, trata desde rugas e manchas superficiais até danos mais permanentes como cicatrizes. Sua principais indicações são:

  • rugas e marcas de expressão;
  • danos causados pelo sol;
  • cicatrizes superficiais, como as provocadas pela acne;
  • manchas causadas pelo envelhecimento, gravidez ou melasma;
  • lentigos.

Preparo para o procedimento

É importante entender que o peeling químico de fenol é um procedimento delicado. Portanto, deve ser feito em ambiente equipado e por um especialista experiente.

Durante a avaliação do paciente, além dos aspectos dermatológicos, é analisado o histórico de saúde e fatores psicológicos. Pacientes muito ansiosos ou, por exemplo, com síndrome do pânico, não são bons candidatos ao peeling de fenol.

Antes do procedimento são solicitados exames de função hepática, renal e um eletrocardiograma.

O fenol, por sua ação profunda, pode causar desconforto ou mesmo dor. Dessa forma, o paciente pode optar por realizar o procedimento sob sedação.

Como é feita a aplicação do fenol?

O peeling de fenol é uma técnica tão poderosa que apenas uma sessão, com duração aproximada de 60 minutos, consegue um efeito de rejuvenescimento profundo e que persiste por muitos anos.

Passo a passo da aplicação do fenol:

  • Preparo da pele (desengordurá-la é importante para uma penetração homogênea do agente);
  • aplicação da solução de fenol com algodão ou gaze em cada área da face, respeitando um intervalo de 15 a 20 minutos entre elas;
  • aplicação de vaselina sólida em toda a face.

figura do rosto de uma mulher com as áreas de aplicação do peeling de fenol indicadas

Cuidados após a aplicação do fenol

Nos dias que seguem a aplicação, o rosto pode ficar inchado e a pele avermelhada, o que pode durar de 20 dias a 3 meses). O paciente deve permanecer em casa durante o primeiro mês pós-aplicação. Durante este tempo, os seguintes cuidados são necessários:

  • compressas geladas nos primeiros dias;
  • analgésicos;
  • uso de antivirais se houver histórico de herpes.

O acompanhamento médico é feito de forma contínua por meio de fotos. Caso necessário, podem ser prescritos antibióticos durante a evolução.

Existem complicações?

Quando aplicado por um dermatologista experiente, as complicações do fenol são raras:

  • infecção;
  • cicatrizes;
  • milia (pequenos cistos brancos resultantes da epitelização rápida);
  • áreas com perda de pigmentação (raro).

E por fim: o quê esperar do peeling de fenol?

O peeling de fenol resulta em uma intensa renovação da pele da face, conseguindo um rejuvenescimento profundo e duradouro. Os resultados finais são observados 6 meses após o procedimento.

Agora, para garantir a segurança do procedimento e seus benefícios, ele deve ser sempre realizado por um dermatologista capacitado e experiente, ok?

Gostou do texto? Mantenha-se sempre atualizado sobre as melhores escolhas para a sua vida com o nosso Blog e redes sociais (Facebook, Instagram e Twitter)! Estamos te esperando.