Casal de meia idade se exercitando ao ar livre para ter uma boa saúde hormonal

Dra. Adriana Bonfioli

Os hormônios são substâncias produzidas pelas glândulas endócrinas e liberados na circulação para atingirem suas células alvo. Cada hormônio funciona como um mensageiro endereçado a um destino específico, levando as informações necessárias para que uma determinada função seja executada.

Vários processos do organismo são controlados pelos hormônios: fome, sede, sono, temperatura corporal, crescimento, desenvolvimento, metabolismo, humor etc. Eles são vitais para a saúde e o bem-estar!

Os mecanismos de secreção e regulação dos hormônios são complexos e interligados. Eles são auto-reguláveis, mas também sofrem interferência uns dos outros. Se, por algum motivo, o equilíbrio entre eles é quebrado, desenvolve-se uma carência ou excessos hormonais, desencadeando uma série de sintomas.

Glândulas e hormônios

As principais glândulas e tecidos que compõe o sistema endócrino são:

GlândulasHormôniosFunções
HipófiseACTHEstimula as glândulas adrenais a produzirem o cortisol e outros hormônios.
FSH e LHEstimulam os ovários e testículos a produzirem seus gametas e hormônios.
ProlactinaEstimula a produção do leite pelas mamas.
TSHEstimula a tireoide.
GH (hormônio do crescimento)Responsável pelo crescimento e
regeneração celular, e pelo controle do metabolismo.
OcitocinaPromove as contrações uterinas.
ADHHormônio que controla a sede. (produzido pelo hipotálamo e armazenado na hipófise)
PinealMelatonina (hormônio do sono)Regula o ritmo circadiano e o sono.
TireóideTriiodotironina (T3) e tiroxina (T4)Regulam o peso, energia, temperatura corporal, pele, cabelo, unhas, função muscular e cerebral, do coração e do sistema digestivo.
ParatireóideParatormônioRegula a concentração de cálcio e fosfato no organismo, importantes para a saúde dos ossos.
CalcitoninaRegula a concentração de cálcio e fosfato no organismo, importantes para a saúde dos ossos.
AdrenaisCortisol (hormônio do estress)Interfere em várias funções: metabolismo do açúcar, inflamação, controle da pressão arterial, entre outras.
AldosteronaControla a concentração de sódio e potássio no organismo, regulando a pressão arterial.
DHEAOrigina os hormônios sexuais (testosterona e estrogênio)
AdrenalinaLiberado em situações de perigo e estresse, fornece energia e deixa a pessoa em alerta.
OváriosEstrógenoResponsável pelas características físicas femininas e reprodução da mulher. Participa do metabolismo do colesterol, protege os ossos e age em outros órgãos como cérebro, coração e pele.
ProgesteronaParticipa do ciclo menstrual e prepara o útero para receber o embrião após a fecundação.
TestículosTestosteronaResponsável pelas características físicas masculinas e reprodução do homem.
PâncreasInsulinaControla a glicemia (açúcar no sangue). Leva a glicose da circulação para dentro da célula, que a utiliza como fonte de energia ou a armazena como glicogênio ou gordura.
GlucagonControla a glicemia (impede que ela caia demais ao estimular a produção de glicose no fígado).
Pele – Fígado – RimVitamina DRegula a absorção de cálcioe a saúde óssea. Participa de várias funções do metabolismo, sistema imune, cérebro, coração, entre outros.
Células adiposasLeptina (hormônio da saciedade)Participa do controle do peso corporal, reduzindo o apetite e o gasto energético.
Trato gastro-intestinalGrelina (hormônio da fome)Aumenta o apetite e regula a insulina.

Desequilíbrio hormonal

Os hormônios têm um papel essencial nos processos do metabolismo e na saúde em geral. Por isso, qualquer desequilíbrio pode levar a sérios problemas. Os sinais e sintomas, é claro, dependem de qual é a alteração e quais órgãos são afetados.

Na mulher, os principais sintomas de alterações hormonais são:

  • alterações no ciclo menstrual;
  • aumento da quantidade de pelos no corpo;
  • acne;
  • ganho de peso;
  • ansiedade ou depressão;
  • diminuição da libido;
  • fadiga e fraqueza muscular;
  • sede excessiva;
  • excesso de suor;
  • aumento da frequência urinária;
  • mudança no hábito intestinal;
  • alterações na pele (manchas e estrias);
  • ressecamento vaginal e dor durante a relação sexual;
  • infertilidade.

No homem, as manifestações mais comuns são:

  • aumento do tecido mamário;
  • disfunção erétil;
  • perda de massa muscular;
  • diminuição dos pelos;
  • osteoporose;
  • diminuição da libido;
  • infertilidade.

E, por fim: como cultivar a saúde hormonal?

O caminho para ter hormônios equilibrados é um estilo de vida saudável! Cultivar os pilares da saúde, como um todo, resulta em bem-estar, qualidade de vida e longevidade.

Algumas atitudes, no entanto, são especialmente importantes para a saúde emocional:

Principais alimentos para uma saúde hormonal perfeita: ovos, azeite de oliva, castanhas e sementes, abacate, peixes ricos em ômega 3, chá verde, açafrão, brócolis, lentilha, folhas verde escuras, batata doce, quinoa e probióticos.

Gostou do texto? Para ler mais conteúdos como esse, fique de olho em nosso Blog e siga nossos perfis nas redes sociais (Facebook e Instagram)!