Lipoaspiração: o que é e como funciona?

Mulher apertando a gordura da barriga para indicar que precisa de fazer lipoaspiração. elas tem uma fita métrica em uma das mãos.

A lipoaspiração (também conhecida como liposucção ou lipoescultura) é uma cirurgia estética que tem como objetivo remover porções de gordura do corpo que não conseguem ser eliminadas por meio de dieta ou exercícios físicos
Esse procedimento é realizado por um cirurgião plástico e os locais mais operados são os quadris, barriga, coxas, nádegas, costas, braços e sob o queixo. Além disso, a técnica pode ser feita junto a outras como, por exemplo, lifting, redução de mama, abdominoplastia etc.
No mais, vale ressaltar que a lipoaspiração não é uma alternativa à perda de peso, e nem serve para tratar celulite ou estrias. Os melhores candidatos a essa cirurgia são aqueles que, apesar de dentro do peso, têm um excesso de gordura em pontos específicos do corpo.

Tipos de lipoaspiração

Atualmente, a lipoaspiração pode ser feita por meio de várias técnicas diferentes. O importante a se saber é que, independentemente de qual seja eleita pelo profissional, todas têm um detalhe em comum: o uso de uma cânula para aspirar a gordura do corpo. São as principais:

  • lipoaspiração tumescente (ou hidrolipo): aqui, o cirurgião injeta uma solução (água, cloreto de sódio, lidocaína e epinefrina) na área onde a gordura será removida. O objetivo é prevenir a perda de sangue, facilitar a sucção de gordura e fazer com que o procedimento seja menos doloroso possível.
  • Lipoaspiração assistida por ultrassom: o profissional, antes de fazer a sucção, utiliza um ultrassom para emitir ondas sonoras sob a pele, fazendo com que as paredes das células adiposas sejam rompidas e tornando a aspiração mais fácil.
  • Lipoaspiração assistida por laser: além da cânula, essa técnica utiliza um laser para liquefazer a gordura, fazendo com que ela seja absorvida mais rápido. tornando o procedimento mais fácil.

Para o quê serve a lipoaspiração?

A lipo é muito utilizada por pessoas que desejam melhorar a aparência do corpo, principalmente quando uma dieta equilibrada e combinada com exercícios não é o suficiente para se alcançar a “silhueta perfeita”.
São as áreas do corpo que mais frequentemente recebem uma lipoaspiração:

  • abdômen;
  • costas;
  • nádegas;
  • peito;
  • joelhos internos;
  • quadril;
  • cintura;
  • colo;
  • região abaixo do queixo;
  • coxas (parte externa e interna);
  • parte superior dos braços;
  • parte inferior das axilas (“dobrinha” entre o peito e os braços).

Riscos

Assim como todo procedimento cirúrgico, a lipoaspiração possui alguns riscos. É por isso que a decisão de fazê-la deve ser bastante ponderada e, claro, orientada por uma equipe médica capacitada e de confiança.

Afinal: como saber se sou um(a) bom(boa) candidato(a) para a lipoaspiração?

O primeiro passo é se consultar com o cirurgião e falar sobre seus objetivos, opções, riscos, benefícios e custos. Se você decidir ir em frente com a lipoaspiração, o profissional lhe dará uma série de instruções sobre como se preparar para ela (que podem, ainda, variar de acordo com a técnica utilizada).

Detalhes importantes sobre o procedimento:

  • O paciente costuma ir para casa no mesmo dia em que o procedimento foi feito. Porém, dependendo da região operada e da quantidade de gordura retirada, a internação de um dia para o outro pode ser necessária.
  • Para esse procedimento, podem ser utilizadas as anestesias local ou geral (principalmente quando a lipo é feita em regiões diferentes e distantes umas das outras).
  • A equipe cirúrgica, durante todo o procedimento, irá monitorar sua frequência cardíaca, sua pressão arterial e seu nível de oxigênio no sangue.
  • O procedimento pode durar 3 horas ou mais. Tudo depende da extensão da remoção da gordura.
  • Após a cirurgia, é comum sentir um pouco de dor e notar inchaço e hematomas na região em que a lipo foi feita.
  • Após o procedimento, é necessário usar roupas de compressão durante algumas semanas para ajudar a reduzir o inchaço do local.
  • Durante a recuperação, é comum notar algumas irregularidades de contorno na medida em que a gordura restante se acomoda na posição correta.

E, por fim: os resultados

Nas primeiras semanas, os resultados da lipoaspiração podem não ser tão evidentes, principalmente porque ocorre um certo inchaço e inflamação no local.
A boa notícia é que a maior parte das irregularidades desaparecem após 3 ou 4 semanas, tornando a área onde a gordura foi removida menos volumosa.

Gostou do texto? Mantenha-se sempre atualizado sobre as melhores escolhas para a sua vida com o nosso Blog e redes sociais (Facebook, Instagram e Twitter)! Estamos te esperando.

Cirurgia Plástica

Deixar Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *