Linhas no pescoço: por que elas aparecem e como lidar com elas?

Close de uma mulher de meia idade com um pescoço com linhas de expressão e rugas

Ok, todos nós sabemos que as linhas de expressão e as rugas nada mais são do que uma parte natural do processo de envelhecimento. Porém, quem poderia imaginar que elas poderiam aparecer no pescoço?

Pois é! Saiba que as linhas do pescoço são como qualquer outra linha que você tem ao redor da boca, olhos ou testa. A boa notícia é que elas são inofensivas mas, a má notícia é que certos fatores como tabagismo ou exposição prolongada aos raios ultravioleta (UV), por exemplo, podem piorá-las e torná-las ainda mais evidentes.

Bem, continue comigo para saber tudo sobre esse assunto, desde o que ele é, até como preveni-lo/tratá-lo. Vamos lá?

Por que as linhas no pescoço “existem”?

A pele do pescoço é muito semelhante à do rosto. Na medida em que envelhecemos e nos expomos a fatores ambientais como a poluição e os raios solares, nossa pele vai perdendo a elasticidade e o viço. Isso sem falar na produção de colágeno que, com a idade, vai diminuindo, fazendo com que a região perca sua firmeza e uniformidade, criando dobras onde era “lisinho”.

Aí vão algumas possíveis causas para as suas linhas no pescoço:

1. Exposição ao sol

O pescoço é uma parte frequentemente esquecida do corpo na hora de passarmos o filtro solar. Além disso, embora muitas pessoas sejam meticulosas na aplicação do protetor, elas ainda assim não sabem se estão a fazendo da forma correta. Aliás, tenho um texto que vai tirar todas suas dúvidas sobre esse assunto. Para acessá-lo, basta clicar aqui.

No mais, deixar a pele exposta ao sol pode causar essas linhas. Isso acontece porque os raios UV, quando em contato com nosso corpo, favorecem a produção de radicais livres (moléculas instáveis) na nossa pele.

Esses radicais, por lesionarem as células saudáveis do nosso corpo, provocam diversas consequências a ele. Aqui, neste caso, eles promovem essas marquinhas no pescoço, assim como as rugas e até mesmo manchas.

2. Genética

A genética desempenha um papel importante em como e quando a pele envelhece.

Só para se ter ideia, aí vai um exemplo: pessoas negras possuem mais melanina, proteína responsável pela cor da nossa pele. Além disso, elas também produzem mais colágeno. A junção destes dois fatores faz com que a derme fique mais densa e, consequentemente, mais resistente aos sinais da idade.

Logo, se você vem de uma família afro descendente, ou possui um histórico familiar exemplar para rugas e linhas de expressão, é bem provável que você só se incomode com elas mais tarde!

Porém, cuidado: a genética pode até ser boa, mas não faz milagres! Se você não cuidar da pele do jeito certo, não há hereditariedade que segure essas linhas no pescoço.

3. Movimentos repetidos e o famoso “pescoço de texto”

Fazer um movimento repetidamente, como arquear as sobrancelhas, apertar muito os olhos ou abaixar a cabeça, por exemplo, provoca as tão temidas rugas. Aliás, é por isso que esses “vincos” que aparecem em nosso rosto se chamam “linhas de expressão”. Eles acontecem de tanto que você flexiona a pele nessa região quando está feliz, triste, ansioso, aborrecido e por aí vai, entendeu?

Além disso, existe um fenômeno da atualidade muito interessante chamado “pescoço de texto”. Na verdade, ele sempre existiu e dizia respeito à pacientes que, por baixarem constantemente a cabeça, sentiam dor na região do pescoço.

Porém, a comunidade científica vêm usando esse termo para designar, também, as linhas no pescoço que aparecem em pessoas que mexem muito em celulares, computadores, tablets etc. Afinal, elas abaixam a cabeça com bastante frequência, e permanecem com ela abaixada por muito tempo, ainda mais quando o assunto está no celular.

Obviamente, os pequenos dispositivos não são os únicos responsáveis ​​pelo desenvolvimento de rugas e vincos no pescoço, mas né? Não deixa de ser uma das maiores causas para tais marquinhas.

Como reduzir/prevenir essas linhas do pescoço?

1. Cuidado com o “pescoço de texto”!

Aproveitando o assunto do último tópico, aí vai uma dica de ouro para evitar as linhas no pescoço: quando você estiver usando seu telefone, tente posicioná-lo na frente do rosto e olhar para a frente. Pode parecer um pouco estranho no começo, mas esse ajuste no seu estilo de vida vai ajudar MUITO na prevenção desses vincos indesejados.

2. Use cremes para o pescoço, principalmente aqueles à base de retinol e vitamina C

A vitamina C, quando aplicada na pele, funciona como um potente oxidante, protegendo a pele dos radicais livres e aumentando a produção de colágeno.

O retinol, por sua vez, é inestimável quando o assunto é regeneração celular. Então, se você já tiver as linhas no pescoço, e quiser amenizá-las, ele é uma ótima opção.

3. Não fume

O tabagismo é uma das causas mais significativas do envelhecimento prematuro da pele. A fumaça do tabaco danifica a produção de colágeno e a nicotina restringe nossos vasos, fazendo com que a pele receba menos oxigênio e, consequentemente, fique mais enrugada.

4. Opte por preenchimentos dérmicos, ou toxina botulínica

Preenchimentos dérmicos injetáveis com ácido hialurônico, por exemplo, suavizam a superfície acometida pelas linhas do pescoço, tornando-a mais suave. O mesmo vale para a toxina botulínica.

Minha dica é: ​​faça uma pesquisa sobre todas as opções de preenchimento dérmico que existem no mercado, e consulte um dermatologista para que vocês, juntos, possam optar pela melhor técnica para o seu caso.

5. Mantenha a pele hidratada, assim como o seu corpo!

Muitas pessoas que hidratam o rosto se esquecem de repetir o processo no pescoço. E, bem, como já sabemos, TUDO é pele. Por isso, use e abuse produtos hidratantes apropriados para o rosto, e aposte em cremes específicos para a região do colo também! Porém, façamos um combinado: para escolher a melhor opção, não deixe de consultar um dermatologista, ok?

Além disso, beber bastante água também é importante porque essa prática mantém a pele saudável, viçosa e elástica!

Enfim…

Recapitulando, pessoal: as linhas no pescoço, além de serem uma parte normal do envelhecimento, também são causadas por alguns fatores como a exposição ao sol, tabagismo, desidratação e movimentos repetidos.

Existem muitas opções para amenizar e prevenir essa situação. As mais populares são:

  • hidratar o corpo com água, e o rosto/pescoço com produtos apropriados para tal finalidade;
  • parar de fumar;
  • usar protetor solar;
  • utilizar cremes à base de vitamina C e/ou retinol;
  • fazer procedimentos estéticos como preenchimento ou botox.

No mais, para qualquer decisão do que fazer, NUNCA deixe de procurar pelo dermatologista. Só ele saberá qual será o melhor tratamento para as suas linhas no pescoço!

 

Gostou do texto? Mantenha-se sempre atualizado sobre as melhores escolhas para a sua vida com o nosso Blog e redes sociais (Facebook, Instagram e Twitter)! Estamos te esperando.

Dermatologia

Médico, especialista em dermatologia. Especialista em tratamentos dermatológicos cosmiátricos e em laser.

Deixar Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *