Close do rosto de uma moça cheio de creme de limpeza de pele

Dr. Fábio Gontijo

Existe coisa pior do que lavar o rosto várias vezes ao dia e ainda sentir que ele está “sujo”? Ou então que a pele continua cheia de cravos? Pois é. Acontece que os sabonetes apropriados para a face, junto aos cosméticos removedores de maquiagem e impurezas, ainda assim não conseguem fazer aquela limpeza de pele que só o esteticista é capaz.

Pode parecer besteira, mas um procedimento como este, quando feito corretamente, é capaz de:

  • diminuir o aparecimento de cravos e espinhas;
  • reduzir a oleosidade da pele;
  • remover as células mortas;
  • prevenir e/ou atenuar rugas e linhas de expressão.

Porém… como será que ela funciona? E você? É um candidato ideal para esse tipo de procedimento? Bem, continue comigo para descobrir as respostas para estas e outras perguntas que tenho certeza de que surgirão na sua mente ao longo do post!

Como funciona a limpeza de pele?

Primeiro passo: higienização

Para que todos os próximos passos funcionem, a pele precisa estar limpa. Dessa forma, os resquícios de maquiagem (não se engane, a base nunca sai por completo), assim como as impurezas do meio ambiente que obstruem os poros, abrirão caminho para que o procedimento alcance as camadas mais profundas da pele e se torne bem-sucedido.

Segundo passo: peeling de diamante/esfoliação

Existem vários tipos de limpeza de pele. Porém, uma etapa que NUNCA é deixada de lado é a esfoliação. Afinal, ela:

  • desobstrui os poros;
  • aumenta a absorção dos produtos usados ao longo do procedimento;
  • remove as células mortas;
  • diminui possíveis manchas e linhas de expressão;
  • estimula a produção de elastina e colágeno.

Aqui em meu consultório, usamos o peeling de diamante para tal função.

Terceiro passo: máscara imersa em líquido emoliente + vapor de ozônio

Aqui, uma pequena máscara contendo componentes altamente hidratantes é aplicada no rosto da paciente. Estes componentes ajudam a restaurar a pele e dar a ela uma aparência macia e aveludada.

A maioria dos procedimentos de limpeza de pele usa, juntamente à máscara, um jato de vapor de ozônio. Sua função é dilatar os poros e facilitar o próximo passo.

Quarto passo: extração

Chegou a etapa mais longa, e talvez mais “temida” pelas pessoas. Aqui, o esteticista vai dedicar seu tempo à retirada dos cravos.

Muitos acreditam que a extração dói. Porém, lembra que a sua pele foi preparada para que tudo saia conforme o esperado? A superfície está limpa, macia e, os poros, dilatados. Não há o que temer, muito pelo contrário.

Quinto passo: tônico

Chegou o momento de tonificar a face com produtos apropriados para isso. O objetivo é restaurar o ph da pele, que costuma ser comprometido por fatores externos como poluição, exposição ao sol, maquiagem etc, e facilitar a absorção do produto utilizado no último passo.

Sexto passo: massagem no rosto com máscara hidratante

Hora do relaxamento! Aqui, o profissional vai aplicar um pouco de máscara hidratante por toda a face e massageá-la por cerca de 5 minutos. Isso ajuda a renovar as energias do paciente e ativar a sua circulação!

Sétimo e último passo: protetor solar!

Sim! A limpeza de pele também pede cuidados após sua realização. E, como nós sabemos, a exposição ao sol pode ser mega prejudicial à saúde, podendo levar todo o procedimento por água abaixo. O ideal é que o fator usado esteja acima de 50.

E prontinho! Pele lisinha, vistosa e muito saudável!

E aí, gostou do texto? Para ler mais conteúdos como este, fique de olho em nosso Blog e siga nossos perfis nas redes sociais (Facebook e Instagram)! Estamos te esperando.