homem segurando o joelho com as duas mãos

Joelho Valgo e Varo são desvios dos membros inferiores que provocam mudanças na posição e no formato das pernas. O joelho Valgo é o joelho “em X”, quando o fêmur se inclina pra dentro, aumentando a distância entre os pés, o que costuma provocar instabilidade dos joelhos. O joelho Varo, menos comum, consiste no arqueamento das pernas, deixando os joelhos virados para fora. Geralmente, os bebês têm o joelho varo. Entre dois e cinco anos as crianças invertem a deformidade para valgo, já que os membros inferiores, em formação, sofrem pressão pelo peso do corpo. A correção do ângulo das pernas pode ocorrer naturalmente até os oito anos. Caso não aconteça, é necessário acompanhamento médico para evitar a deformação do joelho.

Acredita-se que o joelho Valgo seja mais comum entre as mulheres, devido ao quadril largo e a menor quantidade de massa muscular.

CAUSAS

A principal causa do desalinhamento dos membros inferiores é o padrão anatômico:

  • Força insuficiente no quadril;
  • Fraqueza muscular nos glúteos e quadríceps;
  • Tornozelo rígido e com pouca mobilidade;
  • Defeitos na calcificação (raquitismo, osteomalácia);
  • Formação do fêmur e do próprio joelho.
  • Posturas adotadas durante o crescimento podem causar ou agravar o desvio dos joelhos:
  • Posição em que o bebê é colocado durante a amamentação. Se freqüentemente deitado de pernas abertas, com os pés para dentro, pode acarretar o joelho varo;
  • Obesidade;
  • Excesso ou prática equivocada de exercícios que envolvem flexão.

SINTOMAS

Na infância, não é percebido nenhum sintoma causado pelo joelho Valgo ou Varo. Observam-se apenas alterações na forma de caminhar: em “tesouras”, nos portadores do joelho Valgo, ou de um lado para o outro, parecido com um “cowboy”, nos casos de joelho Varo. O exame físico e a observação da deambulação pelo ortopedista são geralmente suficientes para o diagnóstico. Com o passar dos anos, o desvio pode causar dor. Em casos mais graves, pode ocorrer perda da estabilidade do joelho.

COMPLICAÇÕES

  • Em pacientes com excesso de peso e joelho Valgo podem ocorrer problemas para caminhar;
  • O desvio exagerado do ângulo dos joelhos pode ocasionar tendinites e bursites;
  • Em pacientes adultos e idosos, pode ocorrer desgaste do menisco e artrose.

TRATAMENTO

Quando o desvio dos joelhos não se alinha espontaneamente, o tratamento recomendado pela maioria dos ortopedistas consiste em:

  • RPG (Reeducação Postural Global);
  • Uso de órteses (aparelhos que estimulam o desenvolvimento da cartilagem de crescimento de forma a corrigir a desproporção na área);
  • Fisioterapia;
  • Palmilhas ortopédicas;
  • Joelheira;
  • Exercício de reforço muscular nos quadris e glúteos;
  • Cirurgia para desbloquear as articulações e eliminar contraturas musculares.

Em adultos a cirurgia é indicada para casos graves. A técnica alinha as articulações através do uso de placas de fixação após cortes ósseos e colocação de enxerto autólogo (crista ilíaca) ou sintético (hidroxiapatita).

Gostou do texto? Mantenha-se sempre atualizado sobre as melhores escolhas para a sua vida com o nosso Blog e redes sociais (Facebook, Instagram e Twitter)! Estamos te esperando.