Conversa com o especialista: idade óssea

Imagem de capa de um texto sobre idade óssea da editoria conversa com o especialista. No canto inferior, foto da pediatra Glória Braga e, ao centro, imagem de um raio-x de uma mão sendo segurada pela mão de um médico.

A idade óssea é um método utilizado para avaliar o amadurecimento dos ossos de uma criança. O objetivo é identificar se a idade óssea corresponde à idade cronológica desta criança.

Para isso, o médico irá analisar, por meio de radiografias, os espaços entre os ossos da mão e do punho não-dominante da criança.

Saiba todos os detalhes sobre esse assunto a partir de agora!

Como calcular a idade óssea?

Para definir a idade óssea de uma criança, o médico precisará fazer uma radiografia da mão e do punho não-dominante do paciente, e analisará o espaço entre os ossos, onde estão as cartilagens de crescimento.

Para isso, ele pode usar dois métodos diferentes:

  • comparar todos os ossos da mão e do punho do paciente com outras radiografias, já pré-selecionadas, correspondentes à idade da criança e escolher a que mais se assemelha, ou;
  • por método de pontuação. Neste, cada osso é categorizado de acordo com seu estágio de maturação e, depois, recebe uma pontuação que será somada e determinará a idade óssea da criança.

Por que é importante calculá-la?

É interessante porque, além de analisar o desenvolvimento dos ossos da criança, pode ajudar a prever quanto tempo mais ela ainda irá crescer, uma vez que a idade óssea pode ser diferente da idade cronológica.

Além disso, também pode ajudar no diagnóstico de problemas de saúde relacionados ao crescimento, como distúrbios hormonais.

O que significa idade óssea atrasada/avançada?

A idade óssea atrasada ocorre quando, após o exame, atribui-se uma idade significativamente menor que a idade cronológica da criança.

Em uma criança saudável, isto é sinal de um ritmo de crescimento mais lento e que ela chegará à sua altura final numa idade mais avançada. Se a idade óssea divergir em mais de 1,5 ou 2 anos da idade cronológica, há a possibilidade de algum problema de saúde estar interferindo no desenvolvimento da criança, fazendo-se necessária uma avaliação com o médico Endocrinologista Pediátrico.

Já a avançada indica que há uma velocidade maior de crescimento e desenvolvimento da criança em relação à sua idade cronológica. Isto pode indicar puberdade precoce, podendo gerar consequências irreversíveis à estatura (se não tratado).

E, por fim: qual a relação entre idade óssea e crescimento, e qual é o momento certo para fazer esse exame?

A idade óssea indica o desenvolvimento e o crescimento da criança ou adolescente. É por meio do exame de idade óssea que o médico consegue determinar se a criança está se desenvolvendo de acordo com idade cronológica ou se apresenta avanço ou atraso no crescimento.

O exame, por sua vez, deve ser feito quando o médico pediatra e os pais percebem uma disparidade entre o crescimento da criança e sua idade cronológica.

 

Gostou do texto? Mantenha-se sempre atualizado sobre as melhores escolhas para a sua vida com o nosso Blog e redes sociais (Facebook, Instagram e Twitter)! Estamos te esperando.

Pediatria

Médica, especialista em Pediatria. Membro do corpo clínico do CMH Medicina Hospitalar, em Belo Horizonte.

Deixar Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *