Conversa com o Especialista: eritema infeccioso

Imagem de capa de um texto sobre eritema infeccioso da editoria conversa com o especialista. No canto inferior, foto da pediatra Glória Braga e, ao centro, imagem de um bebê com manchas vermelhas nas bochechas, características do eritema

O que é eritema infeccioso?

Eritema infeccioso, ou quinta doença, é uma doença viral que costuma ocorrer durante a primavera e é bastante comum na infância.
É causada pelo parvovírus humano B19 e geralmente afeta crianças entre 5 e 7 anos.
A quinta doença é altamente contagiosa e provoca erupções vermelhas na pele, principalmente nas bochechas e nas extremidades do corpo.

O que causa eritema infeccioso?

O eritema infeccioso é uma doença viral causada pelo parvovírus humano B19. Esse vírus é transmitido pelo contato com secreções respiratórias de uma pessoa infectada ou de mãe para filho durante a gravidez.

Quais os sinais e sintomas de eritema infeccioso?

A quinta doença, ou eritema infeccioso, muitas vezes não apresenta sintomas ou apresenta sintomas comuns às doenças virais, como: cansaço, febre baixa, dor no corpo e dor de cabeça, dor de garganta, coriza, náusea, diarreia e conjuntivite. Também pode haver coceira.
O sinal mais característico da doença são:

  • palidez ao redor da boca;
  • manchas vermelhas que se parecem com uma bofetada, geralmente em áreas expostas como as bochechas.
  • Depois de uns 2 dias, as erupções na pele podem se espalhar pelo tronco, pernas, braços e extremidades. As manchas podem voltar a aparecer nas áreas do corpo expostas ao sol, com mudanças bruscas de temperatura ou sob esforço físico, ou ainda estresse, até que a pessoa se torne imune à doença.

Nos adultos, não é comum o aparecimento das erupções cutâneas, sendo importante observar o aparecimento de dor articular persistente por dias ou semanas, especialmente nas mãos, pulsos, joelhos e tornozelos.

Como é feito o diagnóstico de eritema infeccioso?

O diagnóstico de eritema infeccioso é feito por meio de avaliação clínica, que analisa o aspecto e o padrão do exantema (mancha vermelha na pele). Além disso, podem ser realizados exames de sangue para identificar os níveis de anticorpos para o vírus parvovírus B19, na dúvida sobre outras doenças exantemáticas, como rubéola e sarampo.

Eritema infeccioso tem tratamento?

Não existe um tratamento específico para eritema infeccioso. Além de repouso e bastante ingestão de líquidos, podem ser usados medicamentos para alívio dos sintomas da doença, como antitérmicos, analgésicos e anti-histamínicos.

Como é transmitido o eritema infeccioso?

O eritema infeccioso é uma doença que só é transmitida enquanto as manchas vermelhas na pele começam a aparecer. Porém, é altamente contagiosa e pode ser transmitida por:

  • secreções respiratórias expelidas na fala, tosse e espirros;
  • transfusão de sangue e compartilhamento de agulhas;
  • transmissão vertical: de mãe para filho na gravidez, parto ou amamentação.

É importante dizer que a transmissão da doença durante a gravidez aumenta o risco de aborto e má-formação fetal.

Eritema infeccioso é perigoso?

A quinta doença, ou eritema infeccioso, geralmente é leve e assintomática. Porém, pode ser perigosa em casos de gravidez, aumentando risco de aborto e má-formação fetal.
A doença também pode apresentar riscos a pessoas que tenham anemia falciforme ou sistema imunológico deficiente, como pessoas HIV positivo ou com câncer.

Quanto tempo dura o eritema infeccioso?

O vírus causador do eritema infeccioso pode ficar incubado de 4 a 14 dias antes de apresentar os primeiros sintomas e melhora entre 5 e 10 dias. As erupções cutâneas podem voltar a aparecer, por até 3 semanas, nas áreas do corpo expostas ao sol, com mudanças bruscas da temperatura ou sob esforço físico ou estresse, até que a criança ou adulto fique imune à doença.

Como prevenir o eritema infeccioso?

Não existe vacina para eritema infeccioso, então a melhor medida preventiva para a doença é evitar o contato com pessoas doentes.

Gostou do texto? Mantenha-se sempre atualizado sobre as melhores escolhas para a sua vida com o nosso Blog e redes sociais (Facebook, Instagram e Twitter)! Estamos te esperando.

Pediatria

Médica, especialista em Pediatria. Membro do corpo clínico do CMH Medicina Hospitalar, em Belo Horizonte.

Deixar Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *