Imagem capa de um texto sobre dor abdominal funcional da editoria conversa com o especialista. No canto inferior, foto do pediatra Magno Veras e, ao centro, imagem de uma mulher com as mãos na barriga por estar sentindo dores abdominais.

Magno Veras

O que é dor abdominal funcional?

Dor abdominal funcional é um conjunto de distúrbios gastrointestinais frequentes que causam desconforto e dor persistente na região abdominal e é preciso investigar a causa. Os distúrbios mais comuns são: dor abdominal recorrente, dispepsia funcional (ou indigestão crônica) e síndrome do intestino irritável.

O que causa a dor abdominal funcional?

O motivo da dor abdominal funcional varia de pessoa para pessoa, mas os estudos demonstram que o paciente que sofre deste distúrbio possui uma sensibilidade aumentada nos nervos do músculo intestinal. Isso significa que essa pessoa possui o intestino mais sensível e qualquer contato com algo mais ácido e, até mesmo o próprio movimento natural do intestino, provocam dor e desconforto.

Quais os sintomas da dor abdominal funcional?

O paciente que sofre de dor abdominal funcional apresenta um quadro de:

  • dor forte: crônica ou recorrente, contínua ou que ocorre em intervalos;
  • dor ao redor do umbigo, que pode ser sentida em toda a extensão entre o peito e a pelve;
  • é comum: refluxo esofágico, prisão de ventre, alergias alimentares, estresse, ansiedade e infecções virais ou bacterianas;
  • pode apresentar: vômito, náusea, gases, diarreia e queimação na região do estômago.

O que pode ser dor abdominal funcional?

A dor abdominal funcional é, na verdade, um conjunto de distúrbios gastrointestinais. As causas mais comuns são:

  • Síndrome do intestino irritável: é um distúrbio na região do intestino grosso que provoca dor na barriga, gases, diarreia e constipação. É um distúrbio crônico que precisa de cuidados a longo prazo;
  • dor abdominal recorrente: é toda e qualquer dor intensa na região abdominal que aconteça com frequência. Para o diagnóstico o paciente precisa apresentar 3 ou mais episódios de dor em 3 meses;
  • dispepsia funcional: é chamada de indigestão crônica, dispepsia nervosa ou dispepsia não ulcerosa. Os sintomas ocorrem na região abdominal acima do umbigo, como queimação do estômago e saciedade precoce. É recorrente e dura em média 6 meses;
  • enxaqueca abdominal: é um tipo de enxaqueca que ocorre no estômago. Provoca dor, náusea, perda de apetite e palidez, sem motivo aparente. Pode ser confundida com outras síndromes que afetam a região do abdômen.

Como é feito o diagnóstico de dor abdominal funcional?

Para o diagnóstico dos distúrbios que provocam a dor abdominal funcional é preciso uma análise detalhada dos sintomas e a realização de exames físicos. Além disso, o médico pode pedir exames mais específicos, como:

  • sorologia: avalia se há anemia, infecção ou doença provocada por inflamação, irritação ou fatores autoimunes;
  • urina: identifica infecções no trato urinário;
  • fezes: identifica bactérias e vermes que possam estar provocando sintomas de dor e diarreia. Também avalia a presença de sangue oculto;
  • ultrassom abdominal: avalia possíveis distúrbios em outros órgãos abdominais, como rins, fígado, pâncreas e vesícula biliar;
  • endoscopias e colonoscopias podem ser necessárias quando não é possível fechar o diagnóstico de dor abdominal.

Dor abdominal funcional tem cura?

O tratamento dos distúrbios de dor abdominal funcional visam controlar os sintomas e restaurar o funcionamento do intestino. Para isso, o médico pode:

  • utilizar medicamentos que vão diminuir a hipersensibilidade intestinal;
  • probióticos para fortalecer a flora intestinal;
  • propor uma dieta saudável e adequada ao paciente;
  • intervenções psicológicas.

O que é síndrome do intestino irritável?

A síndrome do intestino irritável é um distúrbio que afeta o intestino grosso e faz parte de um conjunto de transtornos que provocam dor abdominal funcional. É caracterizado por episódios de muito desconforto e dor abdominal, diarreia e prisão de ventre.

Quais os sintomas da Síndrome do Intestino Irritável?

Os principais sintomas da Síndrome do Intestino Irritável são:

  • dor no abdômen, podendo ser intermitente, recorrente ou súbita;
  • mudanças nos hábitos intestinais, prisão de ventre e diarreia;
  • incapacidade de esvaziar o intestino;
  • excesso de gases;
  • ansiedade e depressão.

O que é dispepsia funcional?

A dispepsia é um distúrbio que faz parte de um conjunto de transtornos que provocam dor abdominal funcional. É caracterizado por dor ou desconforto estomacal crônico e não apresenta nenhuma alteração no estômago que justifique os sintomas de queimação e saciedade precoce.

Muitas vezes, é chamada de indigestão ou má digestão crônica, dispepsia nervosa ou dispepsia não ulcerosa.

Quais os sintomas da dispepsia funcional?

Para o diagnóstico de dispepsia funcional, o paciente deve ter um ou mais sintomas recorrentes que se iniciaram a pelo menos 6 meses e devem estar presentes nos últimos 3 meses. São eles:

  • queimação estomacal;
  • dor na altura da “boca do estômago”;
  • saciedade precoce (sentir que está satisfeito, mesmo comendo pouco);
  • sentir-se “empanturrado” ou “empanzinado” após as refeições.

Além disso, os sintomas não podem estar associados a doença gástrica ou duodenal identificada em exame médico que seja capaz de explicá-los.

O que causa a dispepsia abdominal?

  • Ainda não se sabe exatamente o que causa a dispepsia abdominal, mas existem fatores que podem estar relacionados ao desenvolvimento desse distúrbio, como:
  • problemas nos músculos estomacais que podem provocar lentidão do processo de esvaziamento gástrico;
  • distúrbios psicológicos, como depressão e ansiedade;
  • algumas pessoas são mais sensíveis ao estiramento do estômago e sentem dor ou desconforto após as refeições;
  • bactéria H.pylori no estômago pode provocar o quadro mesmo sem sinais de gastrite ou úlcera gástrica.

O que é enxaqueca abdominal?

A enxaqueca abdominal é um distúrbio da dor abdominal funcional em que o paciente sente bastante dor na região acima do umbigo e estômago. Geralmente, apresenta episódios de dor intensa que duram 1 hora e podem estar presentes durante alguns dias. É um distúrbio comum em crianças.

O que é síndrome da dor abdominal recorrente?

A síndrome da dor abdominal recorrente é mais comum em crianças e faz parte do grupo de distúrbios da dor abdominal funcional. É qualquer dor na região do abdômen que tenha intensidade suficiente para afetar as atividades do dia-a-dia e que durem um período maior que 3 meses.

Saiba mais em: Dor abdominal funcional: causas, sintomas e tratamentos

Gostou do texto? Mantenha-se sempre atualizado sobre as melhores escolhas para a sua vida com o nosso Blog e redes sociais (Facebook, Instagram e Twitter)! Estamos te esperando.