Comprimidos de estatinas (remédio que reduz o colesterol), um estetoscópio e uma eletrocardiograma ilustrando uma notícia sobre diabetes

Um estudo realizado na Universidade estadual de Ohio demonstrou a associação entre o uso de estatinas e o desenvolvimento de diabetes tipo 2.

As estatinas são medicamentos utilizados mundialmente para baixar o colesterol. Já foram descritos vários efeitos colaterais relacionados ao seu uso, como: fraqueza muscular, cansaço, alterações no fígado, confusão mental e amnésia transitória. Alguns pacientes apresentam rabdomiólise, uma doença em que os músculos são destruídos e que pode levar à insuficiência renal aguda.

Os pesquisadores demonstraram que os pacientes que usam alguma estatina têm o dobro de chance de desenvolver diabetes tipo 2. O uso do medicamento por mais de dois anos triplica o risco da doença.

O uso das estatinas tem sido criticado mundialmente, pois apesar de reduzir os níveis de colesterol, não foi demonstrado que elas reduzem o risco de morte em pessoas sem histórico de doença cardiovascular.

O medicamento reduz a mortalidade para homens mais jovens com história de doença cardiovascular, mas o benefício é pequeno e as chances de efeitos colaterais são altas.

Um trabalho do British Medical Journal demonstrou que a aspirina é tão eficaz para prevenir doença coronariana quanto as estatinas, com menor custo e menos complicações.

Gostou do texto? Mantenha-se sempre atualizado sobre as melhores escolhas para a sua vida com o nosso Blog e redes sociais (Facebook, Instagram e Twitter)! Estamos te esperando.