Especial raças: tudo sobre o Poodle

Poodle sentado em um banco de madeira no quintal de uma casa

Dra. Beatriz Terenzi

Origem

Pesquisadores apontam que os ancestrais do poodle vieram da Alemanha e da Rússia. Porém, a França reivindica a criação da raça.
O nome vem da palavra alemã “pudelin” que significa chafurdar, ou brincar na água. Isso se deve à atividade inicial preferida da raça, a de caçar patos. Atualmente, o poodle é considerado um cão de companhia e de shows. É a segunda raça mais inteligente da espécie.

Porte

Poodle Toy:

  • altura – 24 a 28 cm
  • peso – 2,5 a 4 quilos

Poodle Anão, ou Miniatura:

  • altura – 28 a 35 cm
  • peso – 6,5 a 7,5 quilos

Poodle Standard:

  • altura – 35 a 45 cm;
  • peso – 11 a 14 kgs;

Poodle Gigante:

  • altura – 45 a 60 cm
  • peso – 21 a 23 kgs

Cor

Negra, branca, marrom, cinza, abricot (damasco) e vermelho.

Pelagem

De pelagem densa e encaracolada, o poodle deve ser banhado a cada 3 ou 6 semanas. Os pelos crescem rápido e é necessária a escovação frequente, quase diária, a fim de se evitar nós e problemas de pele.
O excesso de pelo afeta até os olhos do pet, que lacrimejam bastante. É importante manter os fios ao redor dos olhos aparados. Pode ser necessária uma consulta ao oftalmologista veterinário para orientação especial sobre esse cuidado! A ocorrência de manchas de lágrima é normal.
As unhas devem ser cortadas no mínimo 1 vez por mês, e as orelhas longas podem favorecer sujeira e infecções por fungo e umidade. O ideal é limpar com atenção e secar com rigor a região após os banhos.

Doenças comuns

O Poodle tem tendência a desenvolver algumas doenças que precisam de acompanhamento veterinário. Levar seu pet ao veterinário logo quando adotá-lo é bom para tratá-lo com sucesso e para que você identifique possíveis problemas, implementando uma rotina e estilo de vida que mantenham seu cão saudável.

As doenças mais comuns em Poodles são:

  • catarata;
  • epilepsia;
  • degeneração do disco intervertebral;
  • atrofia progressiva da retina;
  • endocrinopatias;
  • otites;
  • doenças cardíacas;
  • adenitis sebácea.

Algumas doenças e degenerações são específicas de cada porte:

Poodle toy: necrose asséptica da cabeça do fêmur; luxação de patela, doença de von Willebrand.
Poodle miniatura: glaucoma, luxação de patela, urolitíase, necrose asséptica da cabeça do fêmur.
Poodle standard e gigante: doença de Von Willebrand, displasia coxofemoral.

Expectativa de vida

De 12 a 18 anos.

Comportamento

O Poodle é um baita amigão! Muito fiel e carinhoso, é devotado igualmente a todos os integrantes da família. Gosta e precisa muito de brincadeiras e interações e realmente detesta ficar sozinho! Se for deixado solitário por longos períodos, pode ficar ansioso ou deprimido.
Poodle gigante e standard: preserva características da caça. Alerta e aventureiro, gosta de correr e buscar objetos. É o mais calmo dos três.
Poodle miniatura: sensível e afetuoso, é mais reservado com estranhos.
Poodle toy: late muito e tem bastante energia! Gosta muito de agradar os donos, apesar de ser um bocado atrevido.
O Poodle têm facilidade para aprender. Ele se apega bastante aos seus brinquedos e costuma guardá-los perto de sua caminha.

Alimentação

A alimentação do Poodle é simples. Ao dono é importante consultar, logo após a adoção, um veterinário para orientá- lo sobre a melhor dieta para o peludo, com base em suas condições clínicas e idade. Correr e brincar, atividades de que ele tanto gosta, devem ser permitidas e estimuladas, pois auxiliam na manutenção do peso. Os adultos apresentam alguma tendência a ganhar peso. Para isso, deve se adaptar a quantidade de ração oferecida, sempre com orientação veterinária.

Passeios e brincadeiras

Embora não precise tanto de exercícios, o Poodle adora passear e correr! Brincadeiras interativas que o desafiem intelectualmente são fundamentais. Jogos de obediência são uma interessante opção, já que se trata de uma raça criativa e inteligente.
As atividades físicas da raça podem ser moderadas, com cuidado especial para a tendência do poodle em desenvolver problemas no quadril e nos joelhos. Poodles do porte Standard gostam especialmente de nadar.

Onde morar com o Poodle

Eles se adaptam a apartamentos. Porém, como já sabemos, é importante que o Poodle tenha brinquedos e participe de atividades interativas em sua rotina. Além disso, é importante a frequência de passeios externos, em praças e parques.
O Poodles são muito fiéis aos humanos. Por isso, ainda que ele tenha uma casinha no quintal, limitar seu habitat à área externa da casa pode ser prejudicial. É muito importante para a saúde emocional do Poodle ter acesso ao lado de dentro da casa também, sentir-se parte da família e receber conforto e atenção de quem cuida dele.

O dono ideal:

  • É tão parceiro quanto o poodle;
  • brinca com ele, e deixa ele brincar;
  • comunica-se e interage bastante, propondo exercícios físicos e mentais;
  • gosta de passear com o cão;
  • monta um ambiente em que ele se sinta parte integrante da família.

Para ficar por dentro de assuntos como esse, basta ficar de olho em nosso Blog, curtir nossa página no Facebook e acompanhar nossas postagens no Instagram!

Deixar Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *