Gato da raça Sphynx na janela

Dra. Beatriz Terenzi

De médio porte e quase sem pelos, O Sphynx é um gato extremamente apegado ao seu dono e muito carinhoso. Independente e inteligente, aprende tudo com facilidade, e adora uma boa brincadeira. Se dá bem com crianças e outros animais, e precisa de bastante cuidado para manter a pele saudável. Enrugadinho, suas maçãs do rosto bem acentuadas, seu bigode ralo e sua barriguinha são a marca registrada da raça.

História

Gatos sem pêlo já foram citados diversas vezes na literatura especializada como sendo naturais dos povos Astecas, ou da América pré-colombiana. Porém, o Sphynx surgiu no Canadá em 1966, aparentemente, de forma acidental.

Após alguns experimentos com criadores europeus nas décadas seguintes, a raça chegou ao visual como conhecemos nos anos 90. Enrugados, maçãs do rosto bem acentuadas, um “salto” – uma espécie de almofadinha das patas – bigodes ralos e uma barriguinha que chama a atenção. Parecem magros, mas são bem musculosos. A falta de pelo tem causa genética recessiva, isso é: só ocorre quando pai e mãe são portadores do gene.

O Sphynx (também conhecido como gato esfinge), é indicado para pessoas que já tenham algum trato com pets.

Porte

Tamanho: até 25 cm.
Peso: 3,5 e 7 kg

Expectativa de vida

14 anos

Pelagem e banho

O Sphynx não é totalmente pelado. Ele tem uma leve penugem no rosto, orelhas, patas e cauda. Muito sensível ao toque e a mudanças climáticas, o pelo (ou falta dele) é o motivo de grande cuidado do tutor. Sobretudo no inverno e em climas frios, ele precisa ser protegido com agasalho ou ter à disposição locais aquecidos e protegidos onde se aninhar.

Os banhos no Sphynx devem ser semanais, porém rápidos. A falta de pêlo faz com que a temperatura corporal dos gatos dessa raça caia rapidamente. Então, use água morna e trate de secar e aquecer seu bichano após o banho. De preferência, adote um shampoo especial para a raça, disponível no mercado.

Outra boa opção é usar loção hidratante para a pele dele. O Sphynx produz bastante óleo em sua pele, e na falta de pelo para absorver a oleosidade natural, acaba deixando marcas em móveis e superfícies. Então, limpezas frequentes com lenços umedecidos também são recomendadas.

Banho de sol, tão adorado por outras raças, não é uma boa ideia para o Sphynx. Pelo contrário, pode causar queimaduras, pois não tem a proteção do pelo. Logo, sua exposição ao sol deve ser evitada.

Muito expostas, as orelhas merecem limpeza semanal para evitar o acúmulo de cera.

Ao contrário do que muitas pessoas acreditam, o Sphynx pode sim, infelizmente, provocar alergia a parte dos humanos que apresentam essa tendência, devendo ser avaliado caso a caso.

Alimentação

A perda de temperatura causada pela ausência de pelo demanda maior necessidade calórica na dieta do Sphynx. Sua alimentação deve ser rica em proteínas e gorduras, principalmente em épocas de tempo frio.

O ideal é consultar um veterinário no mínimo anualmente. O especialista irá te orientar a respeito das necessidades nutricionais e demais cuidados para cada fase do seu bichano.

Saúde

A pele delicada do Sphynx pode desenvolver dermatites ao longo da vida. As causas variam de acordo com o ambiente, época, costumes, idade e quadro clínico.

O tutor de um gato dessa raça precisa entender que sua pele realmente demanda um cuidado constante. O contato com sol e higiene precária pode levar seu gato a desenvolver até câncer! Não deixe de levar seu amiguinho ao veterinário periodicamente: a saúde do Sphynx agradece.

Habitat

O ambiente ideal do Sphynx é longe do frio e da exposição ao sol. Com esses cuidados tomados, ele se dá bem em qualquer espaço. Certifique-se de remover do caminho objetos ou peças que possam colidir com sua pele.

Comportamento

O Sphynx é extremamente apegado ao seu dono e muito carinhoso. Chega a ser até possessivo. Independente e inteligente, aprende tudo com facilidade. Carinhoso e bastante calmo. É muito curioso e brincalhão, gosta de atenção e brincadeiras. Se dá bem com crianças e outros animais – não esqueça de ficar de olho nas brincadeiras que podem machucar a pele dele!

Gostou do texto? Visite a editoria Saúde do Animal e saiba como manter a saúde do seu melhor amigo. Nossos veterinários e especialistas têm muito para contribuir. Acesse, também, nosso Facebook, Instagram e Twitter para ficar por dentro de tudo sobre o universo pet.