Moça com gripe deitada na cama, embaixo das cobertas, assoando o nariz

Dr. Celso Dilascio

Antes de começar a falar sobre a gripe, é importante entender a diferença entre ela e outras infecções respiratórias comuns. Apesar de terem muitos sintomas semelhantes, a gripe, o resfriado e a COVID-19 são causadas por vírus diferentes e cada uma tem suas particularidades.

A forma de transmissão das infecções respiratórias é por meio de:

  • secreções das vias respiratórias de uma pessoa contaminada ao tossir, espirrar ou falar;
  • contato das mãos com superfícies contaminadas. Nesse caso, a pessoa leva a mão suja e com o vírus para a boca, nariz e olhos.

Gripe: vírus influenza

A gripe é causada pelo vírus influenza e seu quadro é mais grave que o do resfriado comum.

O paciente geralmente apresenta febre, mal estar, dor de garganta, coriza, dor de cabeça e tosse. Os sintomas duram em torno de sete dias, porém a tosse pode se prolongar por semanas.

Outra diferença importante é que a gripe pode apresentar complicações graves, especialmente em crianças, idosos e pessoas com o sistema imune comprometido. Pode ocorrer, também, sinusite, pneumonia e até óbito.

Tipos de influenza

Existem três tipos de vírus Influenza que acometem o ser humano: A, B e C.

  • Influenza tipo A: altamente mutável, possui vários subtipos. O mais conhecido é o H1N1 (gripe suína).
  • Influenza tipo B: infecta exclusivamente os seres humanos e também pode causar quadros e sintomas gripais mais graves.
  • Influenza tipo C: pode infectar humanos e suínos. Causa apenas infecções respiratórias brandas e não está relacionado a epidemias.

Tratamento

Na gripe, o tratamento tem o objetivo de aliviar os sintomas. Medicamentos antivirais são utilizados apenas em casos complicados, como na gripe suína (Oseltamivir).

Prevenção

A melhor forma de prevenção contra a gripe é a vacinação. Ela é disponibilizada todo ano, gratuitamente, para os grupos de risco. Na rede privada, ela é disponível para a população em geral.

Resfriado: rinovírus

Os agentes mais comuns do resfriado são os rinovírus. A infecção é mais comum em crianças, que chegam a ter 8 a 10 resfriados por ano.

O quadro respiratório é, na maioria das vezes, benigno e autolimitado.

Ele se inicia com mal estar, dor de garganta, nariz escorrendo ou entupido, espirros e tosse. Além disso, as crianças podem apresentar febre baixa, fadiga, falta de apetite, dores no corpo e na cabeça.

Em algumas crianças, o resfriado pode se complicar com otite, sinusite e pneumonia bacteriana. Em pacientes com asma, o resfriado pode piorar o quadro respiratório.

Tratamento

No resfriado, o tratamento é focado em controlar a febre e aliviar os sintomas.

Prevenção

  • As medidas de prevenção são as mesmas de outras infecções respiratórias: cuidados de higiene e etiqueta respiratória.
  • Cubra a boca e o nariz com um lenço descartável ou com o antebraço quando tossir ou espirrar;
  • lave as mãos com frequência usando água e sabão;
  • se não for possível lavá-las, use álcool gel.

COVID-19: vírus SARS-CoV-2

O novo coronavírus (SARS-CoV-2) provoca sintomas gripais como febre alta, tosse, dor de garganta, dores musculares e dificuldades para respirar. A maioria das pessoas, no entanto, apresenta um quadro leve e sem complicações.

Em cerca de 20% dos casos, os pacientes evoluem com quadros respiratórios graves, que podem se agravar para o óbito.

Tratamento

Não existe tratamento estabelecido para o coronavírus, porém vários medicamentos estão sendo testados em todo o mundo.

Prevenção

Para prevenir a infecção pelo COVID19, as principais medidas são o isolamento social, medidas de higiene, etiqueta respiratória e uso de máscara.

Principais diferenças entre gripe, resfriado e COVID19

A tabela abaixo destaca as principais diferenças entre o resfriado, a gripe e a COVID19:

Sinais e sintomasCoronavírus (COVID-19)Influenza (Gripe)    Resfriado comum    
FebreFrequenteFrequenteRara
Dor no corpoPouco frequenteMuito frequentePouco frequente
CalafriosPouco frequenteFrequenteRaro
Dor de cabeçaPouco frequenteMuito frequenteRaro
TosseMuito frequenteMuito frequentePouco frequente
CansaçoPouco frequentePouco frequenteFrequente
Nariz entupidoPouco frequenteFrequente (no início do quadro)Pouco frequente
Dor de gargantaPouco frequenteFrequentePouco frequente
Dificuldade para respirarFrequente (após 5 a 6 dias do início do quadro)Pouco frequente (ocorre em quadros graves)Inexistente

Medidas de prevenção das doenças respiratórias

Para prevenir a gripe, o resfriado e a COVID19, as recomendações principais são:

  • lavar as mãos com água e sabão, ou usar álcool gel;
  • evitar aglomerações;
  • manter os ambientes arejados;
  • limitar o contato com pessoas resfriadas;
  • não compartilhar objetos de uso pessoal;
  • espirrar e tossir em um lenço descartável, ou ainda dentro da manga da camisa.

Importante:

No caso da gripe, a principal medida é a vacinação! Especialmente durante a pandemia do COVID19, a vacina é de extrema importância para evitar os casos de gripe e, principalmente, as co-infecções.

Gostou do Texto? Para ler mais conteúdos como esse, fique de olho em nosso Blog e siga nossos perfis nas redes sociais (Facebook e Instagram)!