No centro, quadro negro escrito diabetes cercado por peso de academia, alimentos saudáveis, estetoscópio, aparelho para medição da glicose, comprimidos, garrafinha de água e balança, elementos que ajudam quem tem diabetes a preservar a visão.

Dra. Adriana Bonfioli

O diabetes, infelizmente, é um problema muito comum. Segundo o Ministério da Saúde, 7,6% dos brasileiros apresentam a doença e pelo menos a metade destes desconhece que têm o problema.

O diabetes tipo 2, que ocorre mais frequentemente em adultos, está associado à obesidade e ao sedentarismo. A gordura corporal dificulta a ação da insulina (hormônio produzido pelo pâncreas, que leva a glicose (açúcar) do sangue para dentro das células para ser usada como energia).

Inicialmente, a produção de insulina aumenta, em uma tentativa de compensação. Porém, o pâncreas eventualmente atinge o seu limite e entra em insuficiência. Nesse momento, ocorre um aumento da glicose no sangue, ocasionando a hiperglicemia.

A glicose em excesso no sangue provoca a lesão de vários tecidos do corpo, em especial os vasos sanguíneos. Uma das complicações do diabetes ocorre nos olhos e é chamada de retinopatia diabética.

Retinopatia diabética

Nos olhos, como nos rins, coração e cérebro, o diabetes causa a lesão dos pequenos vasos da retina. Com a circulação prejudicada, falta oxigênio para as células, que entram em sofrimento. Além disso, os vasos podem extravasar líquidos, causando inchaço da retina, ou mesmo se romper, resultando em hemorragias.

O resultado disso é o comprometimento da visão que, se não tratado, pode se tornar permanente.

Como prevenir que o diabetes afete os olhos?

A retinopatia diabética pode ocorrer em qualquer pessoa que tenha diabetes tipo 1 ou 2. Quanto mais tempo de doença e pior o controle da glicemia, maior a chance de problemas na visão.

Se você tem diabetes, proteja os seus olhos seguindo as seguintes recomendações:

1- Controle rigoroso dos níveis de glicose no sangue

Use seus medicamentos regularmente e faça a medida da glicemia de forma periódica, para garantir que esteja controlada.

2- Alimentação saudável

Mantenha uma dieta equilibrada, seguindo as recomendações do seu médico. É importante evitar carboidratos, excesso de gorduras, álcool e incluir na dieta alguns alimentos que ajudam a controlar o açúcar no sangue.

3- Atividades físicas

Exercícios regulares ajudam a controlar a glicemia e a manter um peso saudável, além de prevenir muitas outras doenças.

4- Manter um peso saudável

Atingir e manter um peso saudável são metas primordiais para quem tem diabetes. Fique de olho no seu índice de massa corporal, que deve ficar entre 18,5 e 24,9. Aprenda a calcular seu IMC aqui.

5- Controle da pressão arterial e colesterol

Pacientes diabéticos apresentam, com frequência, hipertensão arterial e níveis aumentados de colesterol e/ou triglicérides. Controlar estes e outros problemas de saúde associados é essencial para o sucesso do tratamento do diabetes mellitus.

6- Parar de fumar!

O tabagismo aumenta o risco de complicações do diabetes, incluindo a retinopatia diabética. Saiba mais sobre os efeitos do cigarro nos olhos aqui.

7- Consulte seu oftalmologista regularmente

Pessoas com diabetes, mesmo sem alterações oculares, devem visitar o oftalmologista com maior frequência. É importante detectar as alterações precocemente, para que sejam tratadas com sucesso.

8- Fique atento a sintomas visuais

Qualquer alteração na visão deve ser comunicada imediatamente ao médico: embaçamento, manchas, moscas volantes e perda da visão são alguns sintomas frequentes relacionados à retinopatia diabética.

Para quem tem retinopatia diabética

Se você tem diabetes e já apresenta alterações visuais, essas dicas são ainda mais importantes! Sua participação e comprometimento com o tratamento faz toda a diferença. Sua visão, está, literalmente, nas suas mãos. Cuide-se!

Gostou do texto? Mantenha-se sempre atualizado sobre as melhores escolhas para a sua vida com o nosso Blog e redes sociais (Facebook, Instagram e Twitter)! Estamos te esperando.