Close em rosto de criança com protetor solar para protejer do sol mostrando os cuidados que se deve ter no verão. Ao fundo, uma praia

Dra. Denise Brasileiro

O verão está quase chegando e, junto a ele, as tão sonhadas férias (pelo menos para as crianças). Isso significa muita piscina/praia, brincadeiras ao ar livre e, obviamente, MUITO contato com o sol.

Muitos pais acreditam que a proteção contra os raios UV se resume apenas em passar filtro solar e usar chapéus. Porém, existem diversos outros fatores que precisam ser levados em conta, principalmente quando é da proteção dos pequenos que estamos falando.

Por isso, hoje vamos te ensinar como devem ser feitos os cuidados com as crianças no verão de forma que todo mundo consiga aproveitar essa estação sem preocupações, nem peso na consciência. Vamos lá?

Capriche no protetor solar

Entenda: não existe NESTE MUNDO um bronzeado saudável. Na verdade, ele indica que sua pele sofreu algum dano do sol, então fique de olho. Os raios ultravioleta são conhecidos por danificar a pele, causam rugas e aumentar os fatores de risco para o câncer.

Por isso, SEMPRE aplique o protetor solar em seu filho pelo menos 15 minutos antes de sair de casa. Em seguida, reaplique-o a cada duas horas, ou até mais caso o pequeno esteja nadando.

Dica: nenhum protetor é à prova d’água, mas sim resistente a ela. O indicado é não ultrapassar 45 minutos na piscina sem reaplicá-lo. Muitas embalagens, inclusive, especificam esse intervalo de tempo, então sempre siga as instruções com bastante atenção e seu filho estará devidamente protegido!

Proteja-os do sol

Como já explicamos na introdução, o protetor solar é apenas a ponta do iceberg. Mesmo utilizando o produto mais “high tech” do mercado, é preciso mais cuidado que isso.

Procure evitar expor as crianças muito tempo ao sol das 10 A.M até o das 16 P.M, que é quando ele está mais forte. Caso esse processo seja inevitável, proteja-as com chapéus e roupas apropriadas para bloquear os efeitos dos raios UVA e UVB na pele.

Se os seus filhos já forem mais velhos, incentive-os a usarem óculos escuros com lentes de proteção contra raios UVA e UVB. Assim, até mesmo a saúde dos olhos permanecerá bem cuidada.

Mantenha toda a família hidratada

Não é novidade para ninguém que a água é o nutriente MAIS IMPORTANTE para o bom funcionamento do nosso organismo. Ela, sozinha é capaz de regular a temperatura do corpo, fortalecer o sistema imunológico, eliminar toxinas, proteger e nutrir os órgãos etc.

Logo, no verão, que é quando suamos mais, isso não seria diferente, correto? Procure tomar bastante líquido e lembre-se: refrigerante, suco e chá NÃO SÃO ÁGUA. Para hidratar bem o corpo e manter tudo no lugar, SOMENTE água filtrada.

Use e abuse dos repelentes

Apesar de ser uma época super gostosa do ano (com muito sol, piscina e roupinhas leves), é preciso lembrar também que o verão é a estação dos insetos, principalmente pernilongos e mosquitos (incluindo os da dengue e febre amarela, então se liga!).

Uma forma de proteger seu filho dessas pequenas praguinhas é usar e abusar dos repelentes. No entanto, é importante que eles sejam usados ​​com segurança e de forma correta.

Aí vão algumas dicas de como utilizá-los do jeito certo:

  • leia o rótulo do repelente e siga todas as instruções e precauções que estão nele;
  • prefira os produtos em creme e dermatologicamente testados;
  • aplique o repelente apenas na parte externa da roupa do pequeno, e nas regiões da pele que ficam expostas ao ambiente (atenção: produtos que possuem permetrina em sua composição não devem ser aplicados na pele);
  • pulverize repelentes em áreas abertas para evitar inalá-los;
  • use repelente apenas o suficiente para cobrir as roupas e a pele exposta do seu filho. O excesso, aqui, não é necessário. O importante é reaplicá-lo de tempos em tempos (normalmente, as embalagens possuem essa informação, então fique de olho nelas!);
  • lave bem a pele do pequeno com água e sabão para remover qualquer resíduo de repelente quando ele voltar para ambientes fechados e livres dos insetos;
  • nunca aplique repelente de insetos em bebês de até 2 meses. Dos 3 meses até os 2 anos de idade, use somente produtos apropriados para as crianças, e somente em ocasiões extremamente necessárias;
  • não borrife o repelente em feridas ou peles irritadas.

Enfim…

Não há mistérios quando o assunto é cuidados com as crianças no verão. A tríade filtro solar + proteção + hidratação já é o suficiente para que toda a família tenha ótimas experiências e lembranças!

A dica de ouro, basicamente, é NUNCA subestimar o sol e o calor, entende? Lembre-se de aplicar o filtro solar nos pequenos mesmo que o clima esteja nublado, tente mantê-los na sombra durante a maior parte do tempo, certifique-se de que eles estão se hidratando bastante e pronto, boas férias a todos e até a próxima!

Você sabia que durante o verão algumas doenças aparecem com mais frequência? São comuns nas crianças, além das queimaduras solares, vários tipos de micoses, bicho geográfico, brotoeja e foliculite. Aprenda como prevenir essas doenças aqui.

Gostou do texto? Mantenha-se sempre atualizado sobre as melhores escolhas para a sua vida com o nosso Blog e redes sociais (Facebook, Instagram e Twitter)! Estamos te esperando.