Problemas de pele na adolescência. Jovem se olha no espelho do banheiro enquanto segura seu rosto com as mão

Dr. Fábio Gontijo

Acne, cravos e pele oleosa. Essas “belezinhas” estão no topo da lista de queixas de qualquer adolescente, e não é de se espantar. Só quem já passou, ou está passando por essa fase, sabe como é difícil manter a cútis lisinha, saudável e firme.

Eu, algumas semanas atrás, escrevi um artigo sobre o porquê isso acontece com os jovens, e como controlar as tão temidas espinhas. Então, para complementar seus conhecimentos sobre o assunto, não deixe de checá-lo depois que acabar de ler esse texto de hoje! O link está aqui.

No mais, reservei o espaço de hoje para conversarmos sobre os cuidados com a pele na adolescência de uma forma geral. Afinal, nem só de “dermocosméticos para apagar os incêndios das espinhas” vive o jovem. Ainda mais que, se ele não souber como lidar com a própria pele no dia-a-dia, é claro que os efeitos da puberdade nela serão ainda piores.

Então, renove a sua água, sente-se confortavelmente e continue comigo para saber tudo que precisa sobre os cuidados básicos com a pele nesse período da vida.

Cuidados com a pele na adolescência: 5 dicas básicas de skincare que você precisa saber

1. Nunca subestime o poder da limpeza

Toda boa rotina de skincare começa com a limpeza da pele. Para isso, é importante saber qual é o seu tipo. Digo isso porque no mercado, atualmente, existe uma variedade gigantesca de produtos para peles normais, oleosas, sensíveis, secas e por aí vai.

O primeiro passo, então, é consultar um dermatologista para conhecer o seu tipo de pele e, claro, pedir por sugestões de quais dermocosméticos mais se encaixariam na sua rotina.

Algumas dicas que posso te passar de antemão sobre essa etapa são:

  • lavar o rosto muitas vezes no dia, ao contrário do que todo mundo pensa, é pouquíssimo recomendado. De duas uma: ou esse costume vai deixar sua pele seca, ou causar um efeito rebote e torná-la ainda mais oleosa. O segredo é: enxágue o rosto ao acordar e ao se deitar, e sempre com água gelada e os produtos indicados pelo seu dermatologista!
  • NUNCA, eu disse, NUNCA durma com a pele suja, ainda mais se você usa maquiagem durante o dia.
  • Após a lavagem, seque o rosto gentilmente com a toalha, dando batidinhas ao invés de esfregá-la. Isso faz com que ela se mantenha íntegra e, acredite, diminui bastante a sua oleosidade.

2. Controle a oleosidade da sua pele com os produtos certos!

Atualmente, existem diversos produtos do dia-a-dia que vão regular a oleosidade da sua pele. E sim, não estou falando só de cremes e máscaras faciais, mas sim protetores solares, maquiagens e por aí vai.

Mais uma vez, é preciso entender qual é o seu tipo de pele para saber como proceder no dia-a-dia. Para isso, qualquer dermatologista pode te ajudar.

Se ela for MUITO oleosa, por exemplo, usar tônicos e filtros solares apropriados para peles oleosas, e dar preferência a maquiagens “matte” já é meio caminho andado.

Acredite: muitos jovens já conseguem controlar suas espinhas só de combinarem essa dica com a anterior! Vá por mim: não é todo jovem que precisa se submeter a tratamentos com ácidos e remédios agressivos para diminuir a acne. Basta cuidar bem da própria pele que ela faz o resto sozinha.

3. Esfolie a pele de 15 em 15 dias

A esfoliação é uma etapa importantíssima para os cuidados com a pele na adolescência porque é ela que vai retirar toda a pele morta do rosto, desobstruir os poros e lidar com as espinhas já existentes.

Porém, lembre-se: seja gentil com sua pele, e faça esse procedimento com no mínimo 15 dias de espaçamento. Esfoliar a derme demais faz com que ela fique bastante oleosa e, consequentemente, pode causar mais espinhas do que eliminá-las.

Existem vários produtos com a função de esfoliação e, por isso, nunca deixe de pedir a opinião de um dermatologista para saber qual dermocosmético é o mais indicado para o seu caso, combinado?

4. Evite passar as mãos demais em seu rosto

Esse é um dos cuidados com a pele que as pessoas mais ignoram, acredita? Veja bem: nossas mãos passam 70% do tempo sujas e, acredite, são bem oleosas também.

Então, quando você as coloca no rosto demais, esfregando-o, cutucando espinhas e cravos, coçando os olhos e por aí vai, sua pele vai ficando cada vez mais exposta a diferentes tipos de bactérias. Isso sem falar na oleosidade dupla que ela terá após cada passada de mão.

A dica de ouro é: só encoste as mãos no rosto quando estas estiverem limpas.

5. Faça da hidratação sua melhor amiga!

Muitas pessoas acham que não podem hidratar a pele oleosa porque ela vai acabar ficando mais pesada e… bem… mais oleosa ainda. Só que não.

Nossa pele é um órgão e, assim como todos os outros, precisa de água para funcionar corretamente. Por isso, durante a visita ao dermatologista, pergunte a ele qual tipo de produto é o ideal para a sua pele nesse quesito. Existem hidratantes à base de ácido hialurônico, colágeno, vitaminas e por aí vai.

Uma pele saudável PRECISA estar hidratada!

Enfim…

Viu como os cuidados com a pele na adolescência não são um bicho de sete cabeças? Basicamente, é só mantê-la limpa, tonificada, esfoliada e hidratada, e pronto: o resto se fará sozinho!

Lembre-se, no entanto, de consultar um dermatologista para saber quais são as melhores marcas e produtos para o seu caso, e se jogue!

Gostou do texto? Mantenha-se sempre atualizado sobre as melhores escolhas para a sua vida com o nosso Blog e redes sociais (Facebook, Instagram e Twitter)! Estamos te esperando.