Cuidados com a pele dos 40 aos 50 anos: 6 dicas para mantê-la jovem e viçosa

Mulher com idade entre 40 e 50 anos passando creme no rosto em frente ao espelho

Convenhamos: o processo do envelhecimento, apesar de natural, pode provocar uma série de frustrações, principalmente quando o assunto é estética e autoestima.
Dos 40 aos 50 anos, as mudanças na qualidade da pele são ainda mais aparentes e é por isso que os cuidados com ela nessa fase da vida são tão importantes.
Além disso, não podemos nos esquecer de todas as mudanças que o corpo sofre nessa década, especialmente nas mulheres. Sim, estou falando de alterações hormonais bruscas, climatério, menopausa e por aí vai. A cútis, aqui, começa a desenvolver linhas de expressão mais evidentes e rugas que denunciam a idade.
A boa notícia é que essas marcas do amadurecimento têm tratamento! O segredo é entender que quanto mais cedo você começar os cuidados com a pele, maiores serão as chances de um resultado natural e duradouro.
Pensando nisso, preparei um artigo com todos os cuidados com a pele dos 40 aos 50 anos que você precisa adicionar à sua rotina, e alguns procedimentos estéticos que podem complementá-los. Vamos lá?

Limpeza

Assim como em todas as décadas da vida, a limpeza é essencial para manter a pele viçosa e bem-cuidada. Para ela, então, podemos nos concentrar em:

  • lavar o rosto ao se levantar e antes de dormir;
  • utilizar sabonetes apropriados para a face e com formulações que favorecem o seu tipo de pele;
  • certificar-se de que todas as impurezas do dia-a-dia, como suor, maquiagem, poeira, fumaça etc, sejam retiradas por meio de tônicos e/ou água micelar.

Dica: para saber exatamente quais são os melhores produtos para essa etapa dos cuidados com a pele, não deixe de se consultar com um dermatologista.

Proteção solar

O sol é uma das principais causas de rugas, manchas e ressecamento de pele. Isso sem falar, é claro, no risco de câncer.
Então, a melhor forma de manter uma cútis saudável é NUNCA pular a etapa de proteção solar com produtos que tenham um FPS de, no mínimo, 30.
Atualmente, existem diversas opções no mercado que atendem às necessidades de vários tipos de pele diferentes e até mesmo estilos de vida. É possível encontrar, por exemplo, filtros solares mais secos ou hidratantes, em gel ou spray e até mesmo com cor (que substituem, por sinal, aquela maquiagem pesada do dia-a-dia).
Para saber qual marca é a ideal para a sua pele, peça a opinião de seu dermatologista.

Esfoliação

A partir dos 30 anos, a pele começa a se renovar com menos frequência, tornando-se mais opaca, sem vida e com os poros obstruídos.
Para resolver esse problema, basta introduzir em sua rotina de cuidados com a pele uma etapa de esfoliação (com pausas de 7 a 14 dias entre uma e outra). Com relação à escolha do melhor produto para o seu caso, já sabe: pergunte ao dermatologista.

Hidratação

A hidratação é fundamental em todas as idades. Porém, a partir dos 40 anos, ela se faz ainda mais necessária. Afinal, nessa fase da vida, nossa pele ganha um aspecto mais ressecado, “fosco” e até mesmo irritado.
As melhores opções para essa etapa de skincare são produtos que tenham em sua composição:

  • ácido hialurônico;
  • óleos (amêndoas, rosa mosqueta, ylang ylang etc);
  • vitamina E.

Escolha cosméticos de boa qualidade para obter melhores resultados!

Ácidos

Uma boa opção para manter a pele hidratada, firme e com marquinhas menos acentuadas é apostar nos ácidos. Os mais comuns para esses objetivos são:

  • ácido salicílico: diminui a oleosidade da pele, libera os poros e diminui a incidência de espinhas;
  • retinol e vitamina C: também estimulam a produção de proteínas como o colágeno e a elastina, deixando a pele mais firme e uniforme.

Atenção: por serem produtos mais “invasivos” e poderem causar efeitos colaterais leves, nunca os utilize sem o aval e recomendações de um dermatologista, combinado?

E, por fim, os procedimentos estéticos

Algumas pessoas, durante essa fase da vida, desejam mudanças mais “imediatas”. Muito disso se deve ao fato de que algumas alterações da pele, como as rugas e linhas de expressão, tornam-se mais evidentes e, por isso, chegam a incomodar.
Além disso, não posso deixar de citar o fato de que as alterações hormonais que acontecem nas mulheres com mais de 40 anos podem ser cruéis do ponto de vista emocional. Para além dos sintomas gerais do climatério e menopausa, ainda existem as alterações de humor e a baixa-autoestima.
Sendo assim, não é de se espantar que a mulher, dos 40 aos 50 anos, queira dar um “boost” em seu visual. Para isso, os procedimentos estéticos mais indicados são:

  • bioestimuladores: estimulam a produção de colágeno, tornando a pele mais firme e viçosa, e podem ser aplicados em várias partes do corpo como rosto, pescoço, mãos e até mesmo o glúteo.
  • Skinbooster: é uma hidratação de pele profunda que utiliza pequenas injeções de ácido hialurônico em regiões específicas do rosto, melhorando seu aspecto e textura.
  • Peeling químico: é uma espécie de esfoliação profunda, muito utilizada para amenizar rugas e linhas de expressão, além de suavizar manchas, marcas e cicatrizes indesejadas.
  • Laser: ideal para quem deseja suavizar manchas provocadas por acne, sol, alterações hormonais etc. Os mais utilizados para tal finalidade são a luz pulsada e o ND:YAG laser.
  • Ultrassom microfocado: excelente para tratar a flacidez da pele.

Viu como os cuidados com a pele nessa fase da vida são simples? Basta se consultar com um dermatologista para saber quais são as melhores opções para o seu caso e pronto: problema resolvido!
Um abraço e até a próxima!

Gostou do texto? Mantenha-se sempre atualizado sobre as melhores escolhas para a sua vida com o nosso Blog e redes sociais (Facebook, Instagram e Twitter)! Estamos te esperando.

Dermatologia

Médico, especialista em dermatologia. Especialista em tratamentos dermatológicos cosmiátricos e em laser.

Deixar Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *