Câncer de cabeça e pescoço: o que é e como preveni-lo?

Médico apalpando o pescoço de um homem para ver se ele tem câncer de cabeça e pescoço

O câncer de cabeça e pescoço é, na verdade, um termo utilizado para definir vários tipos de tumores malignos (ou não) que se desenvolvem na região da boca, garganta, nariz e glândulas salivares.
A maioria dos casos dessa doença está diretamente relacionada ao uso de tabaco e álcool e, devido à sua localização, seus sintomas e tratamentos podem prejudicar a capacidade do paciente de comer, engolir ou respirar.
A boa notícia é que, se diagnosticado precocemente, o câncer de cabeça e pescoço é tratável. É por isso que a educação da população sobre esse assunto é de extrema importância.
Pensando nisso e, claro, aproveitando a campanha Julho Verde, promovida pela Sociedade Brasileira de Cabeça e Pescoço, preparamos um artigo com tudo o que você precisa saber sobre esse tema. Vamos lá?

Fatores associados ao câncer de cabeça e pescoço

As principais causas para o câncer de cabeça e garganta são:

  • tabagismo e álcool (correspondem a 75% dos casos);
  • infecção pelo vírus HPV (principalmente na orofaringe).

Entre os fatores de risco para os tumores dessas regiões, podemos destacar:

  • consumo excessivo de alimentos em conserva ou salgados, principalmente durante a infância;
  • má higiene bucal;
  • exposição ocupacional a substâncias como o formaldeído, por exemplo, e a materiais como ferragem, perfumes e fibras sintéticas;
  • exposição à radiação;
  • infecção pelo vírus Epstein-Barr;
  • histórico de câncer de cabeça e pescoço na família;
  • exposição prolongada da cabeça e pescoço ao sol;
  • ter mais de 40 anos;
  • deficiência das vitaminas A e B.

Sintomas

Geralmente, as pessoas com câncer de cabeça e pescoço apresentam um ou mais dos seguintes sintomas (lembrando que eles podem variar de acordo com o tipo, localização e nível de gravidade do tumor):

  • lesões que não se curam;
  • manchas vermelhas ou brancas na boca;
  • nódulos nas regiões da cabeça ou pescoço;
  • dor de garganta persistente;
  • mau hálito;
  • rouquidão ou mudança de voz;
  • obstrução ou congestão nasal persistente;
  • sangramentos nasais frequentes;
  • dificuldade para respirar;
  • visão dupla;
  • sensação de dormência e/ou fraqueza na região;
  • dor ou dificuldade para mastigar, engolir, mover a mandíbula ou a língua;
  • sangue na saliva ou na secreção nasal;
  • amolecimento dos dentes;
  • perda de peso inexplicável.

Tipos de câncer de cabeça e pescoço

Existem 5 tipos principais de câncer de cabeça e pescoço, cada um nomeado de acordo com a parte do corpo em que ele se desenvolve. São eles:

  • Câncer de laringe;
  • Câncer de cavidade nasal e seios paranasais;
  • Câncer de nasofaringe;
  • Câncer de boca e orofaringe;
  • Câncer das glândulas salivares.

Tratamento

O plano de tratamento para um paciente com câncer de cabeça e pescoço depende de vários fatores, incluindo a localização exata do tumor, o seu estágio, a idade e a saúde geral da pessoa.
Normalmente, as equipes médicas recorrem a procedimentos como cirurgia para a remoção parcial ou total do tumor, radioterapia, quimioterapia ou terapia direcionada.

E, por fim: como prevenir o câncer de cabeça e pescoço?

Como pudemos observar, são diversos os fatores que podem desencadear um câncer de cabeça e pescoço. A boa notícia é que existem algumas medidas que podem ser tomadas para preveni-lo. São elas:

  • interromper o uso de todos os produtos que tenham tabaco em sua composição;
  • reduzir o consumo de álcool;
  • proteger-se do sol com o auxílio de filtro solar e protetores labiais que tenham FPS;
  • Usar protetor solar regularmente, incluindo protetor labial com fator de proteção solar adequado (FPS);
  • vacinar-se contra o HPV;
  • cuidar bem da higiene bucal e manter em dia as consultas de rotina com o dentista.

Gostou do texto? Mantenha-se sempre atualizado sobre as melhores escolhas para a sua vida com o nosso Blog e redes sociais (Facebook, Instagram e Twitter)! Estamos te esperando.

Oncologia

Médica oftalmologista e idealizadora do Convite à Saúde. Atualmente atende na Clínica Advision, nas especialidades de plástica ocular e cirurgia de catarata. Paralelamente, escreve e coordena o departamento de redação do portal, além de prestar consultoria na área de auditoria médica.

Deixar Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *