Buraco macular: causas, sintomas e tratamentos

Simulação de visão com buraco macular. Um ponto preto um pouco transparente ao centro dificultando a visão mas não impedindo

Em algumas situações, a visão em um dos seus olhos pode se tornar subitamente embaçada e distorcida. Isso pode ser um sinal de buraco macular.
Para entender como ele ocorre, vamos antes conhecer um pouco da anatomia ocular?

A mácula

A mácula é a região central da retina, rica em fotorreceptores chamados cones. A função destas células é receber os raios luminosos e transformá-los em impulsos elétricos, que são enviados ao cérebro para formar as imagens.
A mácula é a região da retina responsável pela visão de cores e de detalhes. Ela apresenta uma pequena depressão central, chamada fóvea, onde ocorre a formação das imagens com maior nitidez.

O que é buraco macular?

É quando uma abertura, ou “buraco”, se forma na fóvea. À medida que ele progride, as imagens que o paciente enxerga ficam embaçadas, onduladas ou distorcidas.
O buraco macular é mais frequente após os 60 anos, mas podem ocorrer em pessoas mais jovens. Além disso, as mulheres têm um risco ligeiramente maior de adquirir esse quadro do que os homens.

Buraco macular e Degeneração Macular Relacionada à Idade são a mesma coisa?

Não. O buraco macular e a degeneração macular relacionada à idade são duas condições distintas, embora os sintomas sejam semelhantes. Ambas são comuns em pessoas com 60 anos ou mais, porém, pode ficar tranquilo: o oftalmologista saberá a diferença.

O que causa um buraco macular?

O envelhecimento é a causa mais comum do buraco macular. Com a idade, o vítreo (substância gelatinosa que preenche a cavidade posterior do olho) sofre alterações e tende a se descolar da retina. Geralmente, isso não causa problemas. Porém, às vezes, o vítreo pode causar tração em áreas onde era mais aderido, como a mácula. Nesses casos, o buraco macular pode se formar.
Outra causa de buraco macular é o inchaço (edema) prolongado da mácula, secundário a doenças oculares, trauma, cirurgias, entre outros.

Sintomas

O buraco macular geralmente começa gradualmente. No estágio inicial, as pessoas podem notar uma ligeira distorção ou embaçamento na visão. Em outras palavras, linhas retas ou objetos podem começar a parecer tortos ou ondulados. Além disso, ler e executar outras tarefas rotineiras com o olho afetado se torna uma tarefa difícil.
Com o tempo, o buraco macular leva à formação de um ponto escuro na visão central, chamado escotoma.

Tratamento

Em alguns pacientes, o buraco macular cicatriza espontaneamente. Porém, na maioria das vezes a cirurgia é necessária para interromper a progressão da doença e melhorar a visão.
Nesse procedimento cirúrgico, chamado vitrectomia, o corpo vítreo é removido do olho afetado. Para ajudar no fechamento do buraco, o olho é preenchido com gás ou óleo de silicone.
A cirurgia é realizada sob anestesia local e frequentemente em regime ambulatorial.

Recuperação

Se for usado gás na cirurgia, os pacientes devem permanecer em uma posição voltada para baixo, normalmente por um dia ou dois. Esta permite que a bolha se pressione contra a mácula e seja gradualmente absorvida pelo olho, selando o buraco.
No caso do óleo de silicone, a posição de cabeça não é necessária.

Gostou do texto? Mantenha-se sempre atualizado sobre as melhores escolhas para a sua vida com o nosso Blog e redes sociais (Facebook, Instagram e Twitter)! Estamos te esperando.

Oftalmologia

Deixar Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *