Pai, mae e filho olhando um ipad e conversando sobre resoluções para o ano novo

Dra. Denise Brasileiro

Ah, o ano novo! Para muitos de nós, essa é uma época quase sagrada. Afinal, é quando as resoluções de fim de ano vêm à tona, incentivando-nos a fazermos um balanço geral do tempo que passou, e planos para consertarmos aquilo que julgamos necessário.

Seja com relação ao nosso estilo de vida, trabalho ou saúde, uma coisa é certa: sempre há espaço para melhorias, e não somente as pessoais, mas aquelas em família também!

Pensando nisso, preparei um texto recheado de dicas sobre como ajudar a você, seu(sua) parceiro(a) e seus filhos a se beneficiarem desse momento reflexivo do jeito mais completo e criativo o possível. Preparado(a)? Então vamos lá!

Pé no chão: o segredo master para as resoluções de fim de ano!

Apesar de todos os nossos esforços iniciais para fazermos do próximo ano incrível, é preciso admitir: na MAIORIA das vezes, não conseguimos seguir adiante com nossas metas, fazendo com que todas elas “morram na praia” muito antes do esperado.

Isso acontece porque nós, seres humanos, temos a TERRÍVEL mania de colocarmos os carros na frente dos bois. É claro que todo mundo quer emagrecer 20 kg. É ainda mais claro que todo mundo quer enriquecer e viajar para Dubai com todas as despesas quitadas antes mesmo de sair do Brasil. E veja bem: tudo isso é REALMENTE possível sim, mas A LONGO PRAZO.

O primeiro passo para cumprir todas as resoluções de fim de ano com sucesso é entender que NADA nessa vida é conquistado de um dia para o outro, mas sim com paciência e trabalho árduo. Basicamente: é preciso ter o pé no chão.

Por isso, no momento de estabelecer essas metas, você e sua família precisam pensar em etapas REALISTAS. Os objetivos devem ser específicos, mensuráveis e factíveis. E mais ainda: todos realizáveis dentro de um período de tempo razoável.

Agora sim: vamos às dicas!

Com todos os “pingos nos is” colocados, agora sim podemos passar para as dicas de como estabelecer ótimas resoluções de fim de ano para toda a família, e conquistá-las, é claro!

Estabeleçam algumas metas juntos!

A melhor maneira de ensinar a seus filhos a importância das resoluções de fim de ano é fazer delas uma tradição em família. Sente-se com todos da casa na última semana do ano e, juntos, reflitam sobre tudo o que se passou. Discutam as realizações e metas de cada um, e como seria possível fazer com que elas contribuíssem, de alguma forma, para o bem de todos.

Uma boa dica é estabelecer objetivos que, de uma perspectiva geral, são úteis para manter o bem-estar da casa e a saúde emocional de toda a família. Porém, lembre-se: todas as metas, sejam elas em conjunto ou individuais, precisam ser reconhecidas, respeitadas e tratadas igualmente por todos. É aquele velho esquema: sozinho se luta. Junto se prospera.

Inspire a todos!

A grande verdade é que, independentemente da idade do(s) seu(s) filho(s), é mais provável que eles entendam o valor e utilidade das resoluções de fim de ano se virem, na prática, que elas funcionam para os seus pais.

Por isso, mantenha-se firme em suas metas, e procure sempre mostrar o quanto elas são capazes de melhorar sua saúde física e emocional. Para conseguir alcançar esse objetivo, lembre-se de nossas dicas: estabeleça alvos REAIS, mensuráveis e factíveis!

Sugestão: que tal pensar em como você poderia incluir sua família em resoluções básicas? Alguns exemplos:
“Pessoal, decidi que vou tentar beber mais água este ano. Estabeleci um mínimo de 8 copos por dia até me acostumar. Quem quer se juntar a mim nessa?”;
“Ano que vem quero reduzir meu tempo de telas e ler um pouco mais. Por isso, vou deixar para assistir televisão só aos fins de semana e, 2 horas antes de dormir, vou evitar ao máximo mexer no celular. Querem participar dessa também? De repente, podemos fazer uma “noite de jogos em tabuleiro” da família. Assim nos distraímos das amolações do dia e passamos mais tempos juntos!”.
“Quero fazer mais exercícios ano que vem, mas tenho certeza de que, sozinho(a), vou desanimar rápido. Que tal se fizéssemos todos uma atividade juntos, como uma aula coletiva, por exemplo, ou caminhada?”.

Por fim, lembre-se de que as recompensas de uma boa resolução de fim de ano, além de ótimas, são duradouras!

Todo mundo sabe o quanto é bom atingir uma meta! Por isso, é interessante que todos se apoiem em momentos distintos. Afinal, é muito normal que, em algum dia, pelo menos um de vocês queira desistir de cumprir uma resolução ou outra.

Uma boa dica para manter as conquistas em dia é sentar-se com toda a família para que, juntos, vocês possam rever o que foi alcançado até ali, e receber/dar conselhos de alternativas para que todos alcancem a linha de chegada!

Façam essa reunião uma vez a cada semestre ou trimestre, por exemplo, e nunca se esqueçam de comemorar cada pequena conquista almejada até ali também!

E AH, dica importante: na hora de revisar as resoluções, nunca repreenda alguém por ter falhado em alguma meta, mas sim dê forças e conselhos para que todos continuem firmes e fortes em seus objetivos!

Gostou do texto? Mantenha-se sempre atualizado sobre as melhores escolhas para a sua vida com o nosso Blog e redes sociais (Facebook, Instagram e Twitter)! Estamos te esperando.