Visão de cima de cachorro com vasilha de comida vazia. Ele está esperando pela alimentação natural.

Dra. Adriana Bonfioli

O uso de suplementos manipulados ou comerciais pode ser importante para complementar alguma deficiência em determinados perfis de dieta, especialmente em situações de pouca variedade.

Além disso, a suplementação oferece elementos que são capazes de otimizar o funcionamento do metabolismo e, assim:

  • trabalhar na prevenção de doenças;
  • auxiliar no tratamento e prognósticos médicos;
  • melhorar a qualidade de vida;
  • aumentar a disposição, a energia e a força;
  • combater o estresse;
  • ajudar as fêmeas na amamentação ou gestação;
  • promover longevidade aos animais.

Um veterinário especializado em nutrição é a melhor pessoa para indicar, em cada situação, quais suplementos são necessários e quantidade deles. Cada pet possui exigências nutricionais bem diferentes para cada fase de vida, peso, tipo de patologia e porte.

Tipos de suplemento na alimentação natural

Os principais suplementos utilizados na alimentação natural dos cães são:

Micronutrientes
  • Cálcio;
  • fósforo;
  • glicina;
  • ômega 3;
  • vitamina D;
  • vitamina E;
  • vitamina K2;
  • zinco;
  • selênio;
  • magnésio;
  • manganês.
Probióticos
  • Iogurte natural;
  • kefir;
  • kombucha;
  • produtos orientais a base de soja (missô e nato);
  • vegetais fermentados (chucrute, picles etc);
  • probióticos comerciais.
Antioxidantes
  • Ervas;
  • algas;
  • sementes;
  • azeite;
  • cúrcuma.

Cálcio e fósforo

Nas dietas caseiras sem ossos, os principais minerais em falta são cálcio e fósforo. Eles são essenciais para os ossos e para vários processos metabólicos.

Eles devem ser suplementados de forma balanceada, especialmente em filhotes.

Pasta dourada (Turmeric golden paste)

Essa receita merece um destaque especial pelos seus efeitos antioxidantes, anti-inflamatórios e protetores.

Receita de pasta dourada para cães

Ingredientes

  • ½ xícara de açafrão;
  • 1 e ½ xícara de água;
  • 1 e ½ colher de pimenta do reino;
  • ¼ de xícara de MCT ou óleo de coco.

Como fazer

  1. Coloque uma xícara de água e o açafrão em uma panela e mexa por 7 a 10 minutos em fogo brando. Se necessário, coloque mais água.
  2. Quando a pasta estiver espessa, desligue o fogo e coloque a pimenta e o óleo.
  3. Deixe esfriar e coloque em um vidro tampado.
  4. Conserve na geladeira por até duas semanas.

Incluindo a pasta dourada na dieta do cão

A pasta pode ser adicionada diretamente aos alimentos. Comece com meia colher de sobremesa e vá aumentando até a quantidade de 5 a 10mg por kg de peso.

Gostou do texto? Para ler mais conteúdos como esse, fique de olho em nosso Blog e siga nossos perfis nas redes sociais (Facebook e Instagram)!