Buldogue comendo um pedaço de carne com osso e sua tigela tem carne, cenoura e maçã, uma alimentação natural para cães

Dra. Adriana Bonfioli

A alimentação natural para cães, ou AN, é a opção atual de muitos tutores para seus peludos. E sabe por que? Ela promove saúde, bem estar e longevidade!

A dieta natural é composta por ingredientes não industrializados e de qualidade, em proporções escolhidas de acordo com as necessidades nutricionais dos seus cães. Consegue imaginar coisa melhor?

Com esse texto, queremos ajudá-lo a entender os benefícios da alimentação natural. Você verá que ela não é complicada, nem cara e muito menos “perigosa”!

Então, pode apostar que, depois dessa leitura, você vai ter certeza do presente que é uma dieta saudável para a saúde do seu cão e da sua família. Vamos lá?

O que é a alimentação natural para cães?

Uma alimentação natural ou bioapropriada (apropriada para a espécie) é aquela que fornece todos os nutrientes necessários para que o indivíduo viva com saúde, respeitando a sua fisiologia e evolução.

No caso dos cães, a dieta deve conter uma alta quantidade de proteína animal, concentração moderada de gordura de boa qualidade e uma pequena parcela de material vegetal (frutas e vegetais, algas e sementes), fontes de fibras, vitaminas e minerais. Os cães não precisam de carboidratos para produzir energia. Além disso, os alimentos devem ser frescos, úmidos e não processados.

Para garantir que a dieta seja ideal para o seu pet, um veterinário experiente na prescrição de dietas caseiras pode ser o seu maior aliado. Animais podem ter necessidades diferentes e, algumas vezes, apresenta doenças ou condições especiais que exigem uma adequação dos alimentos.

Além disso, em alguns modelos de dieta é necessário suplementar a alimentação natural com algumas vitaminas e minerais. A deficiência ou o excesso desses micronutrientes podem ser prejudiciais à saúde dos nossos peludos.

O que o cão come na natureza?

Antes de serem domesticados, os cães viviam na natureza e se alimentavam de caça. O principal ingrediente da dieta era a carne, um alimento rico em proteína, úmido e com algum grau de contaminação.

Isso mesmo! O aparelho digestivo animal é perfeitamente adaptado para consumir alimentos contendo alguns microrganismos, sem que isso traga qualquer problema. Muito pelo contrário! As bactérias que naturalmente ocorrem nos alimentos são importantes para o desenvolvimento de uma microbiota intestinal saudável.

As rações comerciais

As rações comerciais contêm uma quantidade excessiva de carboidratos, especialmente na forma de grãos que não foram considerados apropriados para o consumo humano. Além disso, contêm partes dos animais e peixes que sobram na indústria de alimentos, gordura descartada por restaurantes, restos de animais doentes, eutanasiados e mortos nas estradas.

Todo este material é submetido a um processamento térmico, numa instalação chamada graxaria, que transforma a proteína animal em material para a indústria da ração. Este material é misturado a uma grande quantidade de amido (milho, trigo, arroz e batata) e, nele, são colocados suplementos e minerais sintéticos. Por fim, é feita a extrusão em altas temperaturas para criar a ração que conhecemos.

No mais, a ração é conveniente e prática, mas será que promove saúde? Imagine comer a mesma comida todos os dias, a vida inteira? E, ainda por cima, um alimento desidratado, processado extensivamente, com alto teor de carboidratos, pouca proteína (e a maior parte dela de origem vegetal) e contendo vários aditivos e conservantes?

Não é à toa que a maioria dos pets atualmente está acima do peso ou obeso e a incidência de alergia, problemas cardiovasculares, endócrinos e câncer é enorme!

Benefícios da dieta natural para os cães

  • Mais resistência a doenças infecciosas, especialmente virais;
  • melhora de problemas de pele e alergias;
  • pelagem brilhante e macia;
  • ganho de massa muscular;
  • fezes firmes e com menos odor;
  • menos gases;
  • boa hidratação;
  • dentes limpos e gengivas saudáveis;
  • melhora na cognição;
  • mais vitalidade.

Quero dar alimentação natural para o meu cão! Por onde começar?

Adriana sorridente abraçada com sua cachorrinha Vida da raça Lhasa Apso

Quando iniciei a alimentação natural para a Vida (essa Lhasa Apso da foto) em 2014, já existiam muitas informações online sobre o assunto. O meu querido amigo Artur Vasconcelos, que até hoje cuida da dieta de todos os meus cães e gatos, me recomendou três leituras iniciais:

Já totalmente convencida de que eu queria dar esse presente para os meus peludos, complementei meus estudos com outros livros:

Passei também a seguir alguns especialistas no Instagram, que me ajudaram muito a perder o medo e descomplicar a AN, que hoje faço sem dificuldade nenhuma para muitos animais.

Não deixem de visitar os seguintes sites e seguir seus perfis correspondentes nas redes sociais:

Estudar bastante é o primeiro passo! Depois, é só escolher um veterinário de confiança, especializado em nutrição, para orientar e acompanhar o processo e pronto! Você está preparado(a) para trazer saúde e bem-estar para o seu cão.

O Convite à Saúde conta com vários especialistas em alimentação natural, em várias cidades do Brasil. Confira quem está perto de você!

DRA. ANA CAROLINA DE MELLO PINTA MAGALHÃES – SÃO PAULO
DR. ARTUR VIEIRA VASCONCELOS – MINAS GERAIS
DRA. BEATRIZ TERENZI SEIXAS – MINAS GERAIS
DRA. CAMILA LUQUES – SÃO PAULO
DRA. ETELVINA DO SOCORRO BRASIL PORTO – SÃO PAULO
DRA. JULIANA FRANZO – SÃO PAULO
DRA. KATHLEEN SCHWAB PIRES DE OLIVEIRA SALLES – SÃO PAULO
DR. KLEBER PEREIRA FELIZOLA – DISTRITO FEDERAL
DRA. LEILA BARWINKEL – RIO GRANDE DO SUL
DRA. VERONICA FOLTYNEK – DISTRITO FEDERAL

Gostou do texto? Para ler mais conteúdos como esse, fique de olho em nosso Blog e siga nossos perfis nas redes sociais (Facebook e Instagram)!