Acne: o que é, causas e tratamentos

Reflexo no espelho do rosto mulher aparentemente apreensiva apertando uma acne no seu queixo

Popularmente conhecida como espinha, a acne é, na verdade, uma condição caracterizada pela inflamação crônica de glândulas sebáceas e folículos pilossebáceos da pele.
Apesar de mais frequente em adolescentes, ela também pode afetar pessoas de todas as idades e gêneros, e costuma aparecer no rosto, testa, costas e ombros.
Dependendo de sua gravidade, a acne pode causar bastante dor e incômodo, sofrimento emocional e cicatrizes a pele. Sendo assim, quanto mais cedo você iniciar os tratamentos recomendados para amenizá-la, menores serão suas complicações.
Para saber tudo sobre esse assunto, continue conosco.

Causas

A pele possui uma série de pequenas aberturas chamadas poros. Por elas, saem os pelos do corpo, o sebo (produzido pelas glândulas sebáceas com o objetivo de manter a pele protegida e lubrificada) e o suor.
Sendo assim, quando as glândulas sebáceas produzem sebo em excesso, ou quando há um acúmulo de células mortas na derme, a tendência é que esses poros fiquem ocluídos.
Essa obstrução, além de impedir a pele de respirar e se lubrificar da forma correta, favorece a ação de uma bactéria chamada Propionibacterium acnes. Esta, por sua vez, provoca uma inflamação e, consequentemente, o surgimento de espinhas e cravos.

Tipos

  • Cravos: acontecem devido ao acúmulo de sebo nos folículos pilosos (que é por onde saem os pelos do corpo).
  • Espinhas: são classificadas como espinhas as inflamações de pele provocadas pela bactéria P. acnes.
  • Pápulas: são as famosas “espinhas internas”, lesões elevadas, avermelhadas, endurecidas e, na maioria das vezes, sensíveis ao toque.
  • Pústulas: espinhas de base avermelhada e superfície com pus.
  • Nódulos/cistos: lesões profundas e maiores que os exemplos anteriores. Costumam ser dolorosas e, dependendo do caso, deixam cicatrizes.

Fatores de risco

São fatores que favorecem a manifestação da acne:

  • excesso de oleosidade da pele (que pode entupir os poros e favorecer a proliferação de bactérias no local);
  • acúmulo de pele morta (que, além de obstruir os poros, ainda pode bloquear as saídas dos folículos capilares);
  • alterações hormonais (puberdade, menstruação, ingestão de pílulas anticoncepcionais, gravidez etc);
  • má alimentação (principalmente quando repleta de frituras, alimentos gordurosos, açúcar, farinha branca, laticínios e carne vermelha);
  • histórico familiar;
  • estresse;
  • contato/fricção constante da pele com tecidos e acessórios (blusas, golas altas, mochilas etc);
  • tabagismo;
  • uso de cosméticos e dermocosméticos inadequados ao seu tipo de pele;
  • lavar o rosto várias vezes ao dia (isso só deixa a pele mais oleosa, causando um efeito rebote);
  • medicamentos (alguns remédios como corticoides, anticonvulsivos, e barbitúricos podem favorecer o surgimento da acne);
  • exposição excessiva ao sol.

E por fim: qual é o tratamento para acne?

Tudo vai depender da gravidade da situação e, claro, dos objetivos do paciente. Normalmente, as crises de acne podem ser controladas por meio de:

  • medicamentos tópicos (ácidos, antibióticos entre outros);
  • dermocosméticos (sabonetes apropriados para o rosto, hidratantes, tônicos, vitaminas etc);
  • medicamentos orais.

No mais, o importante aqui é entender que, independentemente da gravidade do seu quadro, NUNCA se medique e nem aplique produtos nas lesões por conta própria. O segredo é procurar pela ajuda de um dermatologista de confiança para que, juntos, vocês possam criar um tratamento eficaz para a sua acne.

Gostou do texto? Mantenha-se sempre atualizado sobre as melhores escolhas para a sua vida com o nosso Blog e redes sociais (Facebook, Instagram e Twitter)! Estamos te esperando.

Dermatologia

Médica oftalmologista e idealizadora do Convite à Saúde. Atualmente atende na Clínica Advision, nas especialidades de plástica ocular e cirurgia de catarata. Paralelamente, escreve e coordena o departamento de redação do portal, além de prestar consultoria na área de auditoria médica.

2 Comments

  • Acne em jovem
    Valor da consulta
    Obrigada

    • Olá, Ivanete. Tudo bem? Nós não somos uma clínica. Somos um portal sobre saúde feito por especialistas para inspirar você a cultivar hábitos saudáveis e a ter mais qualidade de vida. Então não temos como te dizer o valor da consulta. Além disso, o valor varia de médico para médico e de cidade para cidade. Então, aconselhamos você a procurar um dermatologista na sua cidade que ele poderá te ajudar nessa questão. Um abraço e até a próxima.

Deixar Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *